Acompanhamento da pressão arterial: estudo com crianças e adolescentes com história familiar de hipertensão

Emilia Soares Chaves, Thelma Leite de Araujo, Tahissa Frota Cavalcante, Nirla Gomes Guedes, Rafaella Pessoa Moreira

Resumo


Objetivou-se analisar a evolução dos percentis de pressão arterial em crianças e adolescentes com história familiar de hipertensão arterial. Estudo longitudinal desenvolvido em uma comunidade de Fortaleza, Ceará. A pressão arterial foi avaliada em cinco encontros domiciliares, de janeiro de 2004 a dezembro de 2006. Grupo de 141 participantes, dos quais 92 crianças e 49 adolescentes. Das crianças, 67,4% permaneceram sem alterações dos percentis de pressão arterial em todas as avaliações; dos adolescentes, 65,3% permaneceram nesta condição. A maior parte dos indivíduos mantiveram seus valores e percentis de pressões arteriais sistólica e diastólica elevados, e muitos que não apresentavam inicialmente alterações passaram a mostrálas no decorrer do acompanhamento. Confirma-se a necessidade de monitoração da pressão arterial rotineira de crianças e adolescentes tanto para a detecção precoce como para a prevenção de complicações.


Palavras-chave


Criança; Adolescente; Hipertensão

Texto completo:

PDF PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447