Condições de trabalho dos profissionais de enfermagem no enfrentamento da pandemia da covid-19

Marli Terezinha Stein Backes, Giovana Dorneles Callegaro Higashi, Pattrícia da Rosa Damiani, Janifer Souza Mendes, Lucimar de Souza Sampaio, Gustavo Lopes Soares

Resumo


Objetivo: Desencadear uma reflexão sobre as atuais condições de trabalho dos profissionais de enfermagem no enfrentamento da pandemia da Covid-19. Método: Estudo teórico-reflexivo sustentado por estudos da vertente marxista, artigos científicos nacionais e internacionais e por documentos oficiais da Organização Mundial da Saúde e do Conselho Federal de Enfermagem. Resultados: O cotidiano laboral dos profissionais de enfermagem diante da pandemia da Covid-19 apresenta condições de trabalho desfavoráveis no Brasil e no mundo todo, com destaque para o déficit de profissionais, sobrecarga de atividades, baixa remuneração e equipamentos de proteção individual, muitas vezes, insuficientes e inadequados, condições essas que podem levar à exaustão, ao adoecimento e à morte. Conclusão: Este estudo pode contribuir para suscitar discussões sobre a necessidade de melhorias nas condições de trabalho dos profissionais de enfermagem, especialmente, em tempos de pandemia e o impacto na saúde destes profissionais. Palavras-chave: Condições de trabalho. Impacto psicossocial. Infecções por coronavírus. Profissionais de enfermagem.

Palavras-chave


Condições de trabalho. Impacto psicossocial. Infecções por coronavírus. Profissionais de enfermagem.

Texto completo:

PORTUGUÊS


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447