Melhores práticas de liderança dos enfermeiros na gestão do risco hospitalar: estudo de caso

Mônica Emanuele Köpsel Fusari, Betina Hörner Schlindwein Meirelles, Gabriela Marcellino de Melo Lanzoni, Veridiana Tavares Costa

Resumo


Objetivo: Evidenciar as melhores práticas de liderança dos enfermeiros que contribuem para gestão de risco hospitalar. Método: Estudo de caso único com duas unidades integradas de análise, de abordagem qualitativa. Dados coletados de abril a novembro de 2018, por entrevistas focadas com enfermeiros gestores, observação não participante e pesquisa documental. Análise por meio da técnica analítica para construção da explanação. Resultados: Evidenciaram-se três categorias temáticas demonstrando que as melhores práticas de liderança envolvem competências técnicas e não técnicas ancoradas em desenvolvimento comportamental, conhecimento científico, diretrizes de qualidade e segurança do paciente e gestão participativa da equipe de saúde. Conclusão: As melhores práticas de liderança dos enfermeiros que contribuem para a gestão do risco hospitalar perpassam habilidades técnicas e/ou cargos formais, valorizando cada profissional da equipe de forma singular e enfatizando a importância do saber científico e do modelo de referência profissional que o enfermeiro exerce nos hospitais. Palavras-chave: Enfermagem. Liderança. Segurança do paciente. Gestão de segurança.


Palavras-chave


Enfermagem. Liderança. Segurança do paciente. Gestão de segurança.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447