Pandemia, conjunturas de crise e prática profissional: qual o papel da enfermagem diante da Covid-19?

Helena Maria Scherlowski Leal David, Sonia Acioli, Maria Rocineide Ferreira da Silva, Osvaldo Peralta Bonetti, Hozana Passos

Resumo


RESUMO
Objetivo: Discutir o papel da enfermagem diante dos desafios políticos, econômicos e sanitários que configuram conjuntura de crise pela pandemia por Covid-19.

Método: Estudo de reflexão crítica de características analíticas, com base na epidemiologia
crítica de matriz latino-americana e no conceito de determinação social da saúde.
Resultados: As questões centrais relativas ao cenário político-econômico e sanitário brasileiro
são problematizadas, com destaque para o aprofundamento da desigualdade social. Debate-se
o papel da enfermagem considerando os impactos na saúde destes trabalhadores, e a relevância
da sua atuação nos diversos cenários de prática profissional e na defesa da proteção social.
Conclusões: Reafirma-se o papel da enfermagem brasileira como prática social de defesa da
vida e do acesso universal à saúde com vistas à conquista da justiça social.
Palavras-chave: Infecções por coronavírus. Pandemias. Enfermagem. Política.


Palavras-chave


nfecções por coronavírus. Pandemias. Enfermagem. Política.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447