SENTIMENTOS DO IDOSO FRENTE À DEPENDÊNCIA FÍSICA

Milene Oliveira de Freitas, Guadalupe Scarparo Haag

Resumo


Resumo: A população idosa tem aumentado em âmbito mundial, particularmente no Rio Grande do Sul. Atualmente grande parte desses indivíduos precisa de algum tipo de ajuda para realizar tarefas simples do dia-a-dia. O presente estudo objetivou conhecer os senti mentos do idoso em relação à possibilidade de dependência física, identificando as atividades realizadas para evitá-la ou retardá-la. A pesquisa descritiva com enfoque qualitativo contou com a participação de 10 idosas frequentadoras do Programa Maior Idade, em São Leopoldo, que não possuíam dependência física e tinham mais de 68 anos de idade. Os dados foram coletados por meio de entrevista semi-estruturada e interpretados pela análise de conteúdo contido nas falas das pesquisadas. Os resultados mostraram que a possibilidade de dependência física acarreta sentimentos de frustração e inutilidade, levando ao afastamento do convívio social, enquanto que a independência leva a sensação de autonomia e satisfação pela vida. Atividade física, lazer e cuidados com a alimentação foram citados como responsáveis pela sensação de bem-estar e por evitar ou retardar a dependência física.Conclui-se que a dependência física gera diminuição na qualidade de vida do idoso e pode ser evitada ou reduzida através da adoção de um estilo de vida saudável. Palavras-chave: Idoso Fragilizado; Qualidade de Vida; Estilo de Vida. Abstract:  The elderly population has increased worldwide, particularly in Rio Grande do Sul. Nowadays most of the elderly need some help to do simple daily activities. This study aimed to know the old people's feelings about the perspective specially of physical dependency, identifying the activities accomplished to avoid it or postpone it. The descriptive research comprised a qualitative investigation with 10 seniors, that were 68 years old or older. They are users of the Maior Idade Program, in São Leopoldo. The collected data are analyzed in accordance with speeches in semi structured interviews. Physical activity, leisure and also nutritional care were cited as responsible for the sensation of welfare and avoid or postpone the physical dependency. The study concludes that physical dependency decreases the elderly life quality and it can be avoided or  postponed through adoption of a healthier life style. Key words: Frail Elderly; Quality of Life; Life Style.



Palavras-chave


Idoso Fragilizado; Qualidade de Vida; Estilo de Vida.

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2