O ENVOLVIMENTO DA UNIVERSIDADE EM RELAÇÃO AO TEMA VELHICE: a palavra de coordenadores de programas

Meire Cachioni, Luis Enrique Aguilar

Resumo


Os conhecimentos relacionados às percepções sobre a velhice, gerados nas Instituições de Ensino Superior, são científica e educacionalmente relevantes. Realizamos um estudo com quinze coordenadores de programas na área gerontológica. Os objetivos visaram: a) conhecer trabalhos desenvolvidos na área gerontológica; b) conhecer a percepção dos coordenadores sobre o tema velhice nas instituições. Três instituições foram investigadas, sendo uma privada e duas públicas. O instrumento foi um questionário para levantamento do envolvimento da Universidade em relação ao tema velhice. Análises de conteúdo, mediante as quais foram levantadas categorias e subcategorias de respostas, apontaram que os coordenadores estão envolvidos na área gerontológica através dos programa Universidade Aberta à Terceira Idade, de núcleos de estudo ou pesquisa e dos programas de pós-gradução. Os benefícios atribuídos à presença dos idosos na universidade mais relatados foram respectivamente: contato intergeracional, relatados em todas as universidades; geração de conhecimento gerontológicos; gestão do novo segmento etário/relação da universidade com a população; mudanças de atitudes positivas em relação à velhice.

Palavras-chave


Velhice. Universidade. Programas Área Gerontológica

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2