O USO DE REDES SOCIAIS VIRTUAIS PELOS IDOSOS

Michelle Cristina Ferreira, Karla Maria Damiano Teixeira

Resumo


Frente as mudanças na estrutura populacional, somada às alterações tecnológicas advindas do crescimento da utilização de redes sociais virtuais (RSV), no dia a dia das pessoas, faz-se necessário uma melhor compreensão sobre o uso destas redes por idosos. Para realizar tal análise, é de grande relevância que se aprofundem estudos sobre os fatores que motivam este público ao uso das RSV. A academia começou a explorar as características dos usuários de RSV e os motivos de sua utilização. No entanto, a maioria dos estudos tem se limitado a estudar um grupo específico de usuários - os jovens - deixando, desta forma, lacunas a respeito de outros grupos etários, como os idosos. Além disso, há um enfoque em tecnologia e inovação e não especificamente na utilização somente de RSV. Neste contexto, surgiu o interesse em conduzir uma pesquisa com o objetivo de identificar as principais motivações que levam os idosos a adotarem o uso de RSV em seu cotidiano. Para isso, foi realizada uma pesquisa exploratória descritiva, de natureza qualitativa com uma amostra de 21 idosos que possuem perfil em RSV. Os resultados apontaram que uso das RSV proporciona aos idosos, experiências positivas, principalmente relacionadas como um recurso para entretenimento e contato com familiares e amigos. A facilidade de comunicação, favorece para que os idosos possuam uma maior e melhor rede de relações, em especial, para que o contato com a família ocorra com mais facilidade e que a saudade entre os membros seja minimizada.

Palavras-chave


Idoso; redes sociais virtuais; relações familiares

Texto completo:

PDF

Referências


ABBEY, Ruth, HYDE, Sarah. No country for older people? Age and the digital divide. Journal of Information Communication Ethics Society, 22(4), 225–242, 2009.

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES - ANATEL. Programa de Análise de Produtos: Relatório sobre Análise em Banda Larga Móvel - Internet 3G e 4G. Inmetro: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterio, 2015. Disponível em: . Acesso em: 01 jun 2016.

AHARONY, Noa. What's App: A social capital perspective. Online Information Review, v. 39, n. 1, 2015.

ALMEIDA, Ivana Carneiro. Terceira Idade e Consumo: Experiência de consumo alimentar da classe C. 2011. 223 f. Tese (Doutorado) - Curso de Doutorado em Administração, Departamento de Economia e Administração, Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.

ALMEIDA, Edilene Joceli de. et al. Dor e perda: Análise do processo do luto. Revista de Psicologia da Imed, Porto Alegre, v. 1, n. 7, p.15-21, jan. 2015.

AMARAL, Graziele Alves; VIEIRA, Adriane. A Mulher e a Tripla Jornada de Trabalho: a Arte de Ser Beija-Flor. In: ENCONTRO DA ANPAD, 2009, São Paulo. Anais ANPAD. São Paulo: Anpad, 2009. p. 01 - 16.

ANDRADE, Gabriela; VAITSMAN, Jeni. Apoio social e redes: conectando solidariedade e saúde. Revista Ciência & Saúde Coletiva, v. 7, n. 4, p. 925-934, 2002.

ARAUJO, Fabio Francisco; ROCHA, A. Significados Atribuídos ao Lazer na Terceira Idade: Observação Participante em Encontros Musicais. PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review, v. 5, n. 2, p. 38-55, 2016.

ARIYACHANDRA, Thilini; CRABLE Elaine, BRODZINSKI Jay. Seniors Perceptions of the web social networking. Issues in Information Systems, v. 10, n.2, p. 332, 2009.

AZEVEDO, Celina Dias; CÔRTE, Beltrina. Breve reflexão sobre a internet e a longevidade: novos espaços de socialização preparam o silencio da saúde. A Terceira Idade: Estudos Sobre Envelhecimento, v. 20, n. 45, p. 7-37, 2009.

BALLSTAEDT, Ana Luiza Maria Pederneiras. Comportamento e estilo de vida da população idosa e seu poder de consumo. In: ENCUENTRO LATINOAMERICANO DE DISEÑO, 2. Anales... Buenos Aires, 2007.

BAKER, James.; MOORE, Susan. Distress, Coping, and Blogging: Comparing New Myspace Users by Their Intention to Blog. Cyberpsychology & Behavior, v. 11, n. 1, p.81-85, 2008.

BARBOVSCHI, Monica.; MACHÁčKOVÁ, Hana.; ÓLAFSSON, Kjartan. Underage Use of Social Network Sites: It's About Friends. Cyberpsychology, Behavior, And Social Networking, v. 18, n. 6, p. 328-332, 2015.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70, LDA, 2009.

BARKER, Valerie. Older Adolescents' Motivations for Social Network Site Use: The Influence of Gender, Group Identity, and Collective Self-Esteem. Cyberpsychology & Behavior, v. 12, n. 2, p.209-213, 2009.

BOYD, Danah; ELLISON, Nicole. Social network sites: Definition, history, and scholarship’, Journal of Computer-Mediated Communication. v. 13, n.1, p. 210-230, 2007.

BRASIL. Estatuto do Idoso. Brasília: 2003. P. 68. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.741.htm. Acesso em: 07 abr 2016.

BRASIL. Presidência da República. Secretaria de Comunicação Social. Pesquisa brasileira de mídia 2015: hábitos de consumo de mídia pela população brasileira. – Brasília: Secom, 2014. Disponível em: http://www.secom.gov.br/atuacao/pesquisa/lista-de-pesquisas-quantitativas-e-qualitativas-de-contratos-atuais/pesquisa-brasileira-de-midia-pbm-2015.pdf. Acesso em 04/08/2015

BRITO, Rita. A utilização do computador e internet por idosos. In: II Congresso Internacional TIC e Educação, Lisboa, Portugal. Disponível em: http://ticeduca.ie.ul.pt/atas/pdf/358.pdf. Acesso 19 abr 2016.

CAMARANO, Ana Amélia; GHAOURI, Solange Kanso. Famílias com Idosos: ninhos vazios?. In:XIII Encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais, Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil, Anais... de 4 a 8 de novembro de 2002.

CAMARANO, Ana Amélia. Envelhecimento da população brasileira: continuação de uma tendência. 2011. Disponível em: http://www.coletiva.org/site/index.phpopt . Acesso em: 15 abr. 2016.

CANESQUI, Ana Maria.; BARSAGLINI, Reni Aparecida. Apoio social e saúde: pontos de vista das ciências sociais e humanas. Revista Ciência Saúde Coletiva, v. 17, n. 5, p. 1103-1114, 2012.

CARVALHO, Alessandra Silva. Gestão de pessoas e envelhecimento: sentido do trabalho para o idoso. In: Encontro ENANPAD, 33, 2009, São Paulo. Anais... São Paulo: ANPAD, 2009.

CHAN – OLMSTED, M. Sylvia.; CHO, Moonhee.; LEE, Sangwon. User Perceptions of Social Media: A Comparative Study of Perceived Characteristics and User Profiles by Social Media. Online Journal of Communication and Media Technologies, v. 3, n. 4, p. 149-178, 2013.

CHEPE, Lucélia Moreira; ADAMATT, Diana Francisca. Estudo Sobre Interação de Idosos em Redes sociais virtuais.Informática na Educação: teoria & prática, v. 18, n. 2, p.01-22, 2015.

CHOU, K.-l.; CHI, I.. Reciprocal relationship between social support and depressive symptoms among Chinese elderly.Aging & Mental Health, v. 7, n. 3, p. 224-231, 2003.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL. Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação no Brasil: TIC Centros Públicos de Acesso 2014. [s.i]: Ministério das Comunicações, 2014. Disponível em: . Acesso em: 01 mai 2016.

DIAS, Ingrid Gonçalves. A institucionalização asilar na percepção do idoso e de sua família: o estudo do “Lar dos Velhinhos” – Viçosa/MG. 2007. (Mestrado) – Dissertação Universidade Federal de Viçosa. 2007.

ERBOLATO, Regina. Contatos sociais: relação de amizade em três momentos da vida adulta. Tese (Doutorado em Psicologia). Campinas, SP: Centro de Ciências da Vida: PUCCAMP, 2001.

FIORE, Arlene et al. Multimodel estimates of intercontinental source-receptor relationships for ozone pollution. Journal of Geophysical Research, v. 114, n. 4, p.01-22, 2009.

FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO. Idosos no Brasil 2007. Disponível em: . Acesso em: 18 abr 2016.

GAIKAR, V.; GAIKAR, V. A Guide to using Social Media Channels for your Business. 2015. Disponível em: http://www.tricksmachine.com/2015/01/guide-using-social-mediachannels-business.html. Acesso em 20 de abril de 2015.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. Ed. São Paulo: Atlas S.A, 2008.

HORNEMAN, Louise; et al. Profiling the Senior Traveler: an Australian Perspective. Journal of Travel Research, v. 41, p. 23-37, 2002.

INTITUTO BRASILEIRO DE OPINIÃO PÚBLICA E ESTATÍSTICA - IBOPE (2015). Mais internautas em casa. Recuperado em 25 de abril, 2012. Disponível em Acesso em: 18 abr 2016.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílios – PNAD. 2015. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/pesquisas/pesquisa_resultados.php?id_pesquisa=40. Acesso em: 18 abr 2016.

_________. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira: 2016 / IBGE, Coordenação de População e Indicadores Sociais. - Rio de Janeiro: IBGE, 2016 146 p. - (Estudos e pesquisas. Informação demográfica e socioeconômica, ISSN 1516-3296; n. 36)

_________. A evolução da esperança de vida no Brasil na última década do século XX: os ganhos e os diferenciais por sexo. 2002. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/tabuadevida/evolucao_da_mortalidade.shtm. Acesso em: 05 ago. 2016

_________. Boletim da Pesquisa por Amostra de Domicílios –PAD. 2014. Disponível em: http://cidades.ibge.gov.br/painel/painel.php?codmun=250750. Acesso em: 10 abr 2016.

_________. Estimativas populacionais para os municípios brasileiros em 01.07.2013. Disponível em:

JANTSCH, Anelise. et al. As Redes Sociais e a Qualidade de Vida: os idosos na era digital. IEEE-RITA, Madrid, v. 7, n. 4, p. 173-179, nov. 2012.

LEBRÃO, Maria Lúcia; LAURENTI, Rui. Saúde, bem-estar e envelhecimento: o estudo SABE no Município de São Paulo. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 8, n. 2, p. 01-12, 2005.

LEWIS, Sam; ARIYACHANDRA, Thilini. Seniors and On-line Social Network Use. Journal of Information Systems Applied Research, Chicago, v. 4, n. 2, p. 4-18, 2011.

KALACHE, Alexandre. O mundo envelhece: é imperativo criar um pacto de solidariedade social. Revista Ciência Saúde Coletiva, v. 13, n. 4, 2008.

KACHAR, Vitória. A terceira idade e a inclusão digital. Revista O mundo da Saúde, v. 26, n. 3, p. 103, 2002.

MONTAÑA, Mireia; ESTANYOL, Elisenda; LALUEZA, Ferran. Internet y nuevos medios: estudio sobre usos y opiniones de las personas mayores en España. Revista Internacional Información y Comunicación, v. 24, n. 6, p. 759-780, 2015.

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO. (n.d.). Salário mínimo passa de R$ 880 em 2016 para R$ 937 no próximo ano. Recuperado em 29, dezembro, 2016. Disponível em: http://www.planejamento.gov.br/noticias/nota-a-imprensa-reajuste-do-salario-minimo-2017. Acesso em: 29 mar. 2017.

NERI, Anita Liberalesso. As políticas de atendimento aos direitos da pessoa idosa expressas no estatuto do idoso. A Terceira Idade, v.16, n.34, p.7-24, 2005.

NOGUEIRA, Eliete Jussara, et al. Rede de relações sociais e apoio emocional: pesquisa com idosos. Iniciação Científica CESUMAR, Maringá, v. 11, n. 1, jan./jun. 2009, p. 65-70.

PARK, Seongwon; CHO, Kwangsu; LEE, Bong Gyou. What Makes Smartphone Users Satisfied with the Mobile Instant Messenger?: Social Presence, Flow, and Self-disclosure. International Journal of Multimedia & Ubiquitous Engineering, v. 9, n. 11, 2014.

PEW RESEARCH CENTER. Generations 2010. Disponível em: http://www.pewinternet.org/files/old-media/Files/Reports/2010/PIP_Generations_and_Tech10.pdf. Acesso em: 15 abr 2016

PINQUART, M.; SORENSER, S. Influences of socioeconomic status, social network, and competence on subjective well-being in later life: a meta-analysis. Psychology and Aging. v. 15, n. 2000. p. 187-224. 2000.

PONT GEIS, Pilar. Atividade Físic]a e Saúde Na Terceira Idade: Teoria e Prática. 5 ed. Porto Alegre: Artmed, 2003.

PORTAL BRASIL. 26 de Saúde: Brasil fará parte de pesquisa internacional sobre idoso. Disponível: . Acesso em: 01 mar 2016.

RESENDE, Marineia Crosara et al. Configuração da rede de relações sociais de idosos participantes de grupo de convivência. In: Anais... XXXIV Reunião Anual Sociedade Brasileira Psicologia. Ribeirão Preto: SBP, 2004.

RIDDER, Sander de; VAN BAUWEL, Sofie. The discursive construction of gay teenagers in times of mediatization: youth's reflections on intimate storytelling, queer shame and realness in popular social media places. Journal Of Youth Studies, v. 18, n. 6, p. 777-793, 2015.

RISSARDO, Leidyani Karina. et al.. Sentimentos de residir em uma instituição de longa permanência: percepção de idosos asilados. Revista de Enfermagem UERJ, 20(3), 380-385. 2012.

RODRÍGUEZ, Meiler., OBREGÓN, Freire., ROYO, Rubio. New world, new minds: changing the learning process Through the use of new devices. 5th International Conference of Education, Research and Innovation. Madrid, Spain. 19th- 21st, 2012.

ROSENBERG, Buck. Social spaces for seniors: Exploring seniors' centres and clubs in Australia. Journal Of Sociology, v. 51, n. 3, p. 464-477, 2013.

ROSS, Craig. et al. Personality and motivations associated with Facebook use. Computers In Human Behavior, v. 25, n. 2, p. 578-586, 2009.

SANTOS, Valmaria Lemos da Costa.; SANTOS, José Erimar dos. As redes sociais virtuais e sua influência na sociedade e educação contemporâneas. Revista Holos, v. 6, p.307-321, 2015.

SHERMAN, Aurora et al. The contribution of social support and social strain to depressive symptoms in African American, Native American, and European American women. Journal Of Social And Personal Relationships, v. 28, n. 8, p. 1104-1129, 2011.

SIQUEIRA, Armério., SILVA, Marlene Nunes. O bem-estar da pessoa idosa em meio rural. Análise Psicológica, 3, 505-516. 2002.

SLEGERS, Karin; VAN BOXTE, Martin.; JOLLES, Jelle. Effects of Computer Training and Internet Usage on the Well-Being and Quality of Life of Older Adults: A Randomized, Controlled Study. Journal Of Gerontology: Psychological Sciences, v. 63, n.3, p. 176-184, 2008.

STACHESKI, Denise Regina. O idoso brasileiro na comunicação pública. Cidadania e representações sociais num sistema de interação midiático. Tese de doutorado da Universidade Tuiuti do Paraná, no Programa de Pós Graduação em Comunicação e Linguagens. PR, Curitiba, 2013. Disponível em: . Acesso em: 30 mar 2016.

STELLEFSON, Michael. et al. Web 20 chronic disease self-management for older adults: a systematic review. Journal of medical internet research, v. 3, n. 2, p. 35, 2013.

TORRES, Cláudio. A Bíblia do Marketing Digital: tudo o que você queria saber sobre marketing e publicidade na Internet e não tinha a quem perguntar. São Paulo: Novatec Editora, 2009.

WASSERMAN, Camila et al. Redes Sociais: Um novo mundo para o idoso. Revista Novas Tecnologias na Educação, Rio Grande do Sul, v. 1, n. 10, p.01-10, jul. 2012.

ZAMBERLAM, Cristina de Oliveira. Os novos paradigmas da família contemporânea: uma perspectiva interdisciplinar. Rio de Janeiro: Renovar, 2001, p.11.




Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2