DESCRIÇÕES SOBRE A VELHICE: A IDENTIDADE TERCEIRA IDADE EM DEPOIMENTOS DE IDOSOS

Thelma Maria Grisi Velôso, Pedro Oliveira Filho, Hamana Daphne Barros Henriques, Halline Iale Barros Henriques, Marcela Costa Meira

Resumo


Na contemporaneidade, os mais diferentes discursos sobre uma vida saudável, que prometem felicidade e bem-estar, mas também prescrevem condutas, modos de ser e de viver, são produzidos por especialistas em saúde e veiculados pela mídia. Nesses discursos, a velhice é sinônima de doença, e a juventude, de saúde. Cada vez mais, são produzidos discursos que prometem uma velhice sem as marcas que lhe são próprias. Neste artigo, fruto de uma pesquisa mais ampla, apresentamos algumas definições sobre a velhice construídas em discursos de idosos, praticantes e não praticantes de atividades físicas, da cidade de Campina Grande – PB. Foram entrevistados cinco homens e nove mulheres, com idades que variaram de 62 a 88 anos. As entrevistas foram submetidas à Análise de Discurso. Os relatos constroem uma imagem da velhice que contraria a tradicional, segundo a qual os idosos são fracos, impotentes e não têm projetos para o futuro. A velhice, neles, assemelha-se muito à “identidade terceira idade”, cada vez mais presente na sociedade e na mídia, uma imagem na qual essa fase da vida aparece como a “melhor idade”, um período do ciclo vital pleno de possibilidades.


Palavras-chave


Velhice; Discurso; Idosos

Texto completo:

PDF

Referências


AMTHAUER, Camila.; FALK, João. Werner. A compreensão da velhice e do envelhecer na voz dos profissionais de saúde da família. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 19, n. 3, p. 813-824, 2014.

ANTAKI, Charles.; WIDDICOMBE, Sue. Identity as an achievement and as a tool. In: _______ (Orgs.). Identities in talk. London: Sage, 2008. p. 1-14.

AUSTIN, John. Langshaw. Performativo-constativo. In: OTTONI, Paulo. Visão performativa da linguagem. Campinas: Editora da Unicamp, 1998. p. 109-121.

BILLIG, Michael. Arguing and thinking: a rhetorical approach to social psychology. Cambridge: University Press, 1987.

_______. Ideology and opinions. London: Sage Publications, 1991.

DOURADO, Márcia; LEIBING, Annette. Velhice e suas representações: implicações para uma intervenção psicanalítica. Estudos e pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 2, n. 2, p. 1-8, 2002.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. 13. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1998. (Original publicado em 1979).

_______ . História da sexualidade: a vontade de saber. 15. ed. São Paulo: Graal, 2003. (Original publicado em 1976).

_______. Os anormais. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

GARFINKEL, Harold. Studies in ethnomethodology. Cambridge: Polity Press, 1987.

GILL, Rosalind. Análise de discurso. In: BAUER, Martin..; GASKELL. George. (Orgs.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2003. p. 244-270.

GROISMAM, Daniel. A velhice entre o normal e o patológico. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de janeiro, v. 9, n. 1, p. 61-78, 2002.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 5. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

LANG, Alice Beatriz da Silva Gordo; CAMPOS, Maria Christina Siqueira de Souza; DEMARTINI, Zeila de Brito Fabri. História oral, Sociologia e Pesquisa: a abordagem do CERU. São Paulo: Humanitas/CERU, 2010.

LIMA, Claudia Feio da Maia; RIVEMALES, Maria da Conceição Costa. Corpo e envelhecimento: uma reflexão – artigo de revisão. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 18, n. 1, p. 153-166, 2013.

MALHEIROS JÚNIOR, Alberto.; FREITAS, Silvane Aparecida de. Envelhecimento e consumo: as representações da velhice feminina no discurso midiático. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 17, n. 1, p. 275-291, 2012.

NERI, Anita. Liberalesso. (2006). Atitudes e crenças sobre velhice: análise de conteúdo de textos do jornal o Estado de São Paulo publicados entre 1995 e 2002. In: VON SIMSON, Olga Rodrigues Moraes; NERI, Anita. Liberalesso; CACHIONI, Meire. (Orgs.). As múltiplas faces da velhice no Brasil. 2. ed. Campinas: Alínea, 2006. p.13-54.

NOGUEIRA, Roberto. Passos. Higiomania: a obsessão com a saúde na sociedade contemporânea. In: VASCONCELOS, Eymar. (Org.). A saúde nas palavras e nos gestos. São Paulo: Hucitec, 2001. p. 63-72.

NOGUEIRA, Roberto Passos. A segunda crítica social da saúde de Ivan Illich. Interface: Comunicação, Saúde, Educação, São Paulo, v. 7, n. 12, p. 185-190, 2003.

POTTER, Jonathan. Attitudes, social representations and discursive psychology. In: WETHERELL, Margaret. (Org). Identities, groups and social issues. London: Sage Publications, 1996. p. 119-173.

POTTER, Jonathan. La representación de la realidad: discurso, retórica y construcción social. Barcelona: Paidós, 1998.

POTTER, Jonathan.; WETHERELL, Margaret. Discourse and social psychology: beyond attitudes and behavior. London: Sage Publications, 1987.

POTTER, Jonathan. et al. Discourse: noun, verb or social practice? Philosophical Psychology, San Diego, v. 3, n. 2, p. 205-217, 1990.

SILVA, Luna Rodrigues Freitas. Da velhice à terceira idade: o percurso histórico das identidades atreladas ao processo de envelhecimento. História, Ciência, Saúde - Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p.155-168, 2008.

SILVA, Luna Rodrigues Freitas. Autonomia, imperativo à atividade e “máscara da idade”: prerrogativas do envelhecimento contemporâneo? Psicologia & Sociedade, Belo Horizonte, v. 21, n. 1, p. 128 -134, 2009.

SILVA, João Paulo Ferreira da et al. Identidades, discursos e fronteiras: (re)pensando o envelhecimento. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 19, n. 2, p. 599-607, 2014.

TORRES, Carolina et al. Diálogos em torno dos significados do corpo no envelhecimento: um estudo com pessoas idosas inscritas num programa de atividade física. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 19, n. 1, p. 155-172, 2014.

WETHERELL, Margaret.; POTTER, Jonathan. Mapping the language of racism: discourse and the legitimation of exploitation. London: Harvester Wheatsheaf, 1992.

WITTENGENSTEIN, Ludwig. Investigações filosóficas. In: Coleção Os Pensadores, Wittgenstein. São Paulo: Abril Cultural, 1979. p. 07-222.




Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2