ENVELHECIMENTO E INTERDISCIPLINARIDADE: ANÁLISE DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA DA REVISTA ESTUDOS INTERDISCIPLINARES SOBRE O ENVELHECIMENTO

Daniela Nazaré Cotrim Chena, Fátima Pedro Barbosa Ortolani, Fernanda Guilhermino Magalhães, Carla Witter, Graciele Massoli Rodrigues

Resumo


O processo de envelhecimento humano no Brasil atualmente representa uma pauta de extrema relevância no cenário de planejamento de políticas públicas voltadas a idosos, uma vez que dados oficiais confirmam o aumento da expectativa de vida de forma acelerada e favorecida por investimentos em saneamento básico, diminuição das taxas de mortalidade infantil e fecundidade, amparadas pelo crescente avanço e acesso à evolução dos conhecimentos da medicina. O objetivo deste estudo é verificar, por meio de uma revisão de caráter descritivo e quantitativo na revista Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, as produções científicas publicadas de 2010 a 2013. Foram inclusos somente artigos de reflexão teórica e os de pesquisas descritivas e experimentais. Após a seleção, foram lidos e analisados 83 artigos, 42 dissertações e 17 teses. Uma vez que, em relação às teses e aos artigos, foram disponibilizados apenas resumos, o presente estudo restringiu-se à análise completa dos artigos. Em referência ao tipo de pesquisa, houve predomínio da técnica descritiva associada ao delineamento de levantamento. De acordo com a análise da formação profissional dos autores, observou-se influência preponderante, respectivamente, das áreas de Educação Física, Enfermagem e Psicologia. O maior número de produções no que tange às temáticas versou sobre questões relacionadas à atividade física no envelhecimento e ao perfil de idosos. Com exceção da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, as instituições mais frequentemente associadas às linhas de pesquisa sobre o envelhecimento humano localizam-se no Sul do Brasil, nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.


Palavras-chave


Envelhecimento. Produção Científica. Interdisciplinaridade.

Texto completo:

PDF

Referências


ACOSTA, Marco Aurélio de Figueiredo. Educação física, biogerontologia e a interface da qualidade de vida. 2004. 155 f. Tese (Doutorado) – Curso de Educação Física, Departamento de Métodos e Técnicas Desportivas, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2004.

ALVES, Leila Maria Marchi et al. Pesquisa básica na enfermagem. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 12, n. 1, p. 122-127, jan./fev. 2004.

CARVALHO, José Alberto Magno; GARCIA, Ricardo Alexandrino. O envelhecimento da população brasileira: um enfoque demográfico. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 725-733, maio/jun. 2003.

COIMBRA JUNIOR, Carlos Everaldo Alves. Produção científica em saúde pública e as bases bibliográficas internacionais. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 15, n. 4, p. 883-888, out./dez. 1999.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Integração e Interdisciplinaridade no Ensino Brasileiro: efetividade ou ideologia. 4. ed. São Paulo: Editora Loyola, 1979.

FIGUEIRA, Ivan; LETA, Jacqueline; DE MEIS, Leopoldo. Avaliação da produção científica dos principais periódicos brasileiros de Psiquiatria no período de 1981 a 1995. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo, v. 21, n. 4, p. 201-208, dez. 1999.

GALEMBECK, Fernando. Sem avaliação, sem progresso. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 42, n. 9, p. 627-628, 1990.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. Editora Atlas: São Paulo, 2008.

GOLDANI, Ana Maria. Gender Relations and Fertility in Northeastern Brazil. Brazilian Journal of Population Studies, Campinas, v. 2, p. 69-95, 1999/2000. Disponível em: http://www.abep.nepo.unicamp.br/docs/rev_inf/Rebep_ingles_n.2/Ana_Goldani.pdf. Acesso em: 10 jul. 2015.

GROISMAN, Daniel. A velhice, entre o normal e o patológico. História, Ciências, Saúde, Manguinhos, v. 9, n. 1 p. 61-78, jan./abr. 2002.

______. Velhice e história: perspectivas teóricas. Cadernos do IPUB, Rio de Janeiro, v. 1, n. 10, p. 43-56, 1999.

GUIMARÃES, Reinaldo; LOURENÇO, Ricardo; COSAC, Silvana. A pesquisa em Epidemiologia no Brasil. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 35, n. 4, p. 321-340, ago. 2001.

HORTA, Cláudia Júlia Guimarães; FRIAS, Luís Armando de Medeiros; CARVALHO, José Alberto Magno de. Recomposição da fecundidade por geração para Brasil e Regiões: atualização e revisão. ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 12., 2000, Caxambu. Anais... Caxambu: Associação Brasileira de Estudos Populacionais, 2000, p. 1-22.

JACOB FILHO, Wilson; SITTA, Maria do Carmo. Interprofissionalidade. In: PAPALÉO NETTO, Matheus. Gerontologia: a velhice e o envelhecimento em visão globalizada. São Paulo: Atheneu, 1999. p. 440-450.

LODOVICI, Flaminia Manzano Moreira; SILVEIRA, Nadia Dumara Ruiz. Interdisciplinaridade: desafios na construção do conhecimento gerontológico. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 16, n. 2, p. 291-306, dez. 2011.

LÜDORF, Sílvia Maria Agatti. Panorama da pesquisa em educação física da década de 90: análise dos resumos de dissertações e teses. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 13, n. 2, p. 19-25, 2. sem. 2002.

MENDES, Isabel Amélia Costa. Pesquisa em Enfermagem: Impacto na prática. EDUSP: São Paulo, 1991.

MOTTA, Luciana Branco da; AGUIAR, Adriana Cavalcanti de. Novas competências profissionais em saúde e o envelhecimento populacional brasileiro: integralidade, interdisciplinaridade e intersetorialidade. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, mar./abr. 2007.

OKUMA, Silene Sumire. Idoso e a atividade física: fundamentos e pesquisa. Campinas: Papirus, 1998. (Coleção Vivaidade).

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Envelhecimento ativo: um projeto de saúde pública. In: ASSEMBLEIA MUNDIAL SOBRE ENVELHECIMENTO, 2., 2002, Madrid. Anais... Madrid: ONU, 2002, p. 1-18.

POLIT, Denise F.; BECK, Cheryl Tatano; HUNGLER, Bernadette P. Fundamentos de pesquisa em enfermagem: métodos, avaliação e utilização. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004.

SILVA, Edna Lúcia da; MENEZES, Estera Muszkat. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 3. ed. rev. atual. Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, 2001. 121 p. Disponível em: http://cursos.unipampa.edu.br/cursos/ppgcb/files/2011/03/Metodologia-da-Pesquisa-3a-edicao.pdf. Acesso em: 10 jul. 2015.

SILVESTRE, Jorge Alexandre; COSTA NETO, Milton Menezes da. Abordagem do idoso em programas de saúde da família. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 839-847, maio/jun. 2003.

UCHÔA, Elizabeth. Contribuições da antropologia para uma abordagem das questões relativas à saúde do idoso. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 849-53, maio/jun. 2003.

VERAS, Renato. Envelhecimento populacional contemporâneo: demandas, desafios e inovações. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 43, n. 3, p. 548-554, maio/jun. 2009.

WITTER, Geraldina Porto. Produção Científica em Psicologia e Educação. Campinas: Editora Alínea, 1999.




Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2