O tempo musical no tempo do sujeito: ouvindo os fazedores de música da idade madura

Katia Klar Renner, Esther Beyer

Resumo


Resumo: O presente artigo trata de um estudo realizado com adultos maduros, que têm no seu cotidiano o fazer musical, seja através do canto, regência, execução instrumental ou da prática de ensino. O foco deste trabalho é elucidar as razões que os levam a esta prática e qual a repercussão na sua qualidade de vida, visto ser a longevidade um tema atual e desafiador para todas as áreas do conhecimento. Foram entrevistados treze sujeitos, sendo sete amadores e seis profissionais de diferentes áreas da arte musical. A partir das respostas obtidas, foram organizadas cinco categorias para os amadores e seis para os profissionais. Os dados mostraram que a prática musical traz contribuição significativa aos indivíduos porque mobiliza os organismos intensamente, ativando suas funções psico-biológicas. Constata-se que há ampliação na qualidade de vida evidenciada pelos relatos que contemplam os benefícios que a música proporciona às pessoas que dela desfrutam e com ela interagem. Conclui-se, também, que a longevidade alarga a vida e as possibilidades de crescimento da mente humana. Tal desenvolvimento é resultado das ações experienciadas ao longo da vida, sendo a música um importante canal que possibilita que a criatividade e a consciência formem um construto dinâmico de aprendizagem e sabedoria.

Palavras-chave: Fazer musical. Qualidade de vida. Longevidade.


Abstract: This article resports a study performed with senior adults who have on its daily activities the music, through singing, conducting, playing instruments and teaching music. The focus of this project was to identify the reasons that leads this group of individuals to practice music and which were the consequences on their life quality. Thirteen individuals were interviewed, seven amateurs and six professionals of different areas of the musical art. From the answers obtained, fi ve categories were organized for amateurs and six for professionals. The data obtained showed that the musical practice brings a major contribution to the individuals because it stimulates the organisms intensively, activating its psycho-biologics functions. It was also concluded that there is an improvement in the life quality supported by answers referring to the benefi ts that the music brings to the persons that are involved directly with it. Finally, it was percept that the longevity allows to amplify the life and the possibilities of the development of the human mind. This development is resultant of the actions experienced through life, being the music an important channel to allow that the creativity and the conscience become a continuous flow of knowledge and wisdom.

Keywords: Music practice. Life quality. Longevity.

Palavras-chave


Fazer musical. Qualidade de vida. Longevidade. Music practice. Life quality. Longevity.

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2