Estratégias de Coping utilizadas por uma Idosa: um estudo de caso

Luciana Ribeiro de Lara, Mariza da Silva Santos Finato, Robson Zalula, Vivian Senegalia Morete

Resumo


Resumo: Um estudo de caso foi realizado com o objetivo de obter informações sobre a qualidade de vida de uma idosa de sessenta anos, levando em consideração sua história pessoal, além da evolução de suas estratégias de coping. Buscou-se ainda identificar se as dimensões do modelo proposto por Freire (2000), tais como auto-aceitação, relações positivas com os outros, autonomia, domínio sobre o ambiente, propósitos de vida e crescimento pessoal, estiveram presentes em suas estratégias de enfrentamento de situações com as quais ela deparou-se em sua velhice e, para isso, foi realizada uma entrevista semi-estruturada. Ao final a análise de dados, evidenciou-se que o modelo proposto estava presente no envelhecimento da idosa, e esta se utiliza das melhores formas de enfrentamento possível. A idosa entrevistada demonstrou auto-aceitação; mantém relações positivas com a maioria das pessoas com as quais convive (marido, filhas, neta, genro, irmãs); é autônoma e mantém grande domínio do ambiente, principalmente o familiar; têm propósitos de vida, e reconhece que seus valores pessoais mudaram ao longo de sua vida.

Palavras-chave: Qualidade de Vida. Envelhecimento. Coping.


Abstract: This case study was accomplished with the objective to know about the quality of life of a female elderly with sixty years old. In this study was considering her personal history, beyond the evolution of her coping strategies. This paper was sought identify if all dimensions included in the model proposed by Freire (2000), just as positive relationships with the others, autonomy, domain on the environment, life purposes and personal growth, were been present in all coping strategies that the woman used in situations that she confronted in her aging and for this a semi-structure interview was recorded. In the end, it was evidenced that the It was evidenced that the model proposed was present in her aging, and the elderly woman used the best coping strategies. The Interviewee accept herself and her disease; has positive relationships with the most of people with she live together, just as husband, daughters, son-in-law, granddaughter and sisters She is autonomous and has a great domain in her environment; she has life purposes and recognize that her personal values changed during her life.

Keywords: Quality of Life. Aging. Coping.

Palavras-chave


Qualidade de Vida. Envelhecimento. Coping. Quality of Life. Aging.

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2