ACESSIBILIDADE DE IDOSOS COM DEFICIÊNCIA FÍSICA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA

Juliana Balbinot Reis Girondi, Silvia Maria Azevedo dos Santos, Karina Silveira de Almeida Hammerschmidt, Francisco Reis Tristão

Resumo


 

Este é um estudo qualitativo de caráter descritivo que objetivou investigar a acessibilidade de idosos com deficiência física aos serviços de saúde na atenção primária, na perspectiva destes usuários, dos profissionais de saúde e gestores. Foram realizadas 18 entrevistas com os idosos utilizando roteiro semiestruturado e aplicação de questionários com 17 gestores e três profissionais de saúde, entre junho e dezembro de 2010. Para análise dos dados utilizou-se a hermenêutica dialética, emergindo as categorias: Serviços, sistema e política de saúde: desafios e contradições; Atendimento das necessidades de saúde dos idosos com deficiência física: discursos e práticas; Barreiras de acessibilidade: obstáculos para a assistência ao idoso. As situações, ser idoso e ter uma deficiência, constituem situações de vulnerabilidade; as fragilidades existentes no atendimento ao idoso com deficiência física na atenção primária contrariam os princípios do Sistema Único de Saúde, quais sejam: universalidade, equidade e integralidade.



Palavras-chave


Idoso; Pessoas com deficiência; Sistema Único de Saúde

Texto completo:

PDF

Referências


ADAMI, Nilce Piva. Acesso, utilização e aceitação dos serviços de dermatologia de um Centro de Saúde Escola sob o modelo de ver dos hansenianos. Revista. Latino- Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 1, n. 2, p. 53 - 67, jul. 1993.

BATISTA, Anália Soria et. al. Envelhecimento e dependência: desafios para a organização da proteção social. Brasília: MPS, 2008. 160 p.

CALDAS, Célia Pereira. Envelhecimento com dependência: responsabilidades e demandas da família. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 773-781, jun. 2003.

FABRICIO, Suzele Cristina Coelho; RODRIGUES, Rosalina Aparecida Partezani. Revisão de literatura sobre fragilidade e sua relação com o envelhecimento. Revista RENE, Fortaleza, v. 9, n. 2, p. 113-119, abr./jun. 2008.

FARIAS, Norma; BUCHALLA, Cassia Maria. A classificação internacional de funcionalidade, incapacidade e saúde da Organização Mundial de Saúde: conceitos, usos e perspectivas. Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo, v. 8, n. 2, p. 187-193, jun. 2005.

FRENK, Julio. The concepts and measurement of accessibility. In: WHITE, Kerr et. al. Health Services Research: an Anthology. Washington: Pan American Health Organization, 1992, p. 842-855.

GIOVANELLA, Ligia; FLEURY, Sonia. Universalização da atenção à saúde: acesso como categoria de análise à saúde. In: EIBNSCHUTZ, Catalina. Políticas de Saúde: o público e o privado. Rio de Janeiro: Fiocruz, 1995, p. 177-198.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRADIA E ESTATÍSTICA. Censo 2010. Disponível em: < http://www.ibge.gov.br>. Acesso em: 15 jun. 2011.

LIMA-COSTA, Maria Fernanda; VERAS, Renato. Saúde Pública e Envelhecimento. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 700-701, mai./jun. 2003.

MORAES, Paulo Alexandre; BERTOLOZZI, Maria Rita; HINO, Paula. Percepções sobre necessidades de saúde na Atenção Básica segundo usuários de um serviço de saúde. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 45, n. 1, p. 19 – 25, mar. 2011.

OTHERO, Marília Bense; DALMASO, Ana Silvia Whitaker. Pessoas com deficiência na atenção primária: discurso e prática de profissionais em um centro de saúde-escola. Interface, Botucatu, v. 13, n. 28, p. 177 – 188, mar. 2009.

RAMOS, Luiz Roberto. Fatores determinantes do envelhecimento saudável em idosos residentes em centro urbano: Projeto Epidoso, São Paulo. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 793 – 798, mai. 2003.

RESENDE, Ana Paula Crosara; VITAL, Flávia Maria Paiva A convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência comentada. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, 2008.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro: WVA, 1997.

SCHOENENBERGER, Andreas; STUCK, Andreas. Health care for older persons in Switzerland: a country profile. Journal of the American Geriatrics Society, Suíça, v. 54, n. 6, p. 986-990, jun. 2006.

VERAS, Renato. Em busca de uma assistência adequada à saúde do idoso: revisão da literatura e aplicação de um instrumento de detecção precoce e de previsibilidade de agravos. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 705 – 715, mai./jun. 2003

VERAS, Renato. Envelhecimento populacional contemporâneo: demandas, desafios e inovações. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 43, n. 3, p. 548-554, mai./jun. 2009.

VERAS, Renato. Modelos contemporâneos no cuidado à saúde: novos desafios em decorrência da mudança do perfil epidemiológico da população brasileira. Revista USP, São Paulo, n. 51, p. 72-85, set./nov. 2001.




Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2