ÍNDICE DE MASSA CORPORAL E INDICADORES ANTROPOMÉTRICOS DE ADIPOSIDADE EM IDOSOS RESIDENTES EM ÁREAS RURAIS

Keila Oliveira Diniz, Saulo Vasconcelos Rocha, Clarice Alves Santos

Resumo


Objetivou-se comparar a concordância entre indicadores antropométricos de sobrepeso/obesidade entre idosos residentes em áreas rurais. Estudo de corte transversal com população de 95 indivíduos com idade igual ou acima de 60 anos. Na avaliação antropométrica foram utilizadas as variáveis, circunferência da cintura, circunferência do braço, dobra cutânea tricipital, Índice de Massa Corporal. Na análise dos dados foram utilizados procedimentos da estatística descritiva e medidas associação para variáveis categóricas e correlação de spearman com p≤0.05. A média de idade dos idosos foi de 73,54 ± 9, 43 anos. A prevalência de sobrepeso/obesidade foi maior nas mulheres para todos os indicadores antropométricos. Verificou-se que o IMC teve correlação estatisticamente significante com outros indicadores antropométricos (p≤0.05) tanto na análise bruta como estratificado por sexo. O IMC é um indicador simples e não invasivo que pode ser utilizado na avaliação do estado nutricional de idosos usuários do Programa de Saúde da Família.


Palavras-chave


Índice de Massa Corporal, Antropometria; Idoso

Texto completo:

PDF

Referências


ANJOS, Luiz Antonio dos. Índice de massa corporal (massa corporal.estatura-2) como indicador do estado nutricional de adultos: revisão da literatura. Rev. Saúde Públ, São Paulo, v. 26, n. 6, p. 431-436, Dec1992.

ANJOS, Luiz Antonio dos et al. Vigilância nutricional em adultos: experiência de uma unidade de saúde atendendo população favelada. Cad. Saúde públ, Rio de Janeiro, v. 8, p. 50-6, jan/mai 1992.

ALVAREZ, Bárbara Regina; PAVAN, André Luiz. Alturas e comprimentos. In: PETROSKI, E. L. Antropometria: técnicas e padronizações. 3. ed. Blumenau: Nova Letra, 2007. p. 31-45.

BRASIL. Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Saúde, Resolução 196/96 de 10 de outubro de 1996.

BEDOGNI, Giorgio et al. Is body mass index a measure of adiposity in elderly women? Obes Res, Italy, v. 9, no, 1, p. 17-20, Jan 2001.

CABRERA, Marcos A.S; Jacob Filho, Wilson. Obesidade em idosos: prevalência, distribuição e associação com hábitos e co-morbidades. Arq Bras Endocrinol Metab, São Paulo, v. 45, p. 494-501, Oct 2001.

CAVALCANTI, Cláudio Barnabé dos Santos; CARVALHO, Sineide Cristina Barbosa do Egito; BARROS, Mauro Virgilio Gomes de. Indicadores antropométricos de obesidade abdominal: revisão dos artigos indexados na biblioteca Scielo. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, Florianópolis, v. 11, n. 2, p. 217-225, 2009.

NASCIMENTO, Clarissa Matos et al. Estado nutricional e condições de saúde da população idosa brasileira: revisão da literatura. Rev Med Minas Gerais, Viçosa, v. 21, n.2, p. 174-180, 2011.

FIATARONE-SINGH, Maria A. Body composition and weight control in older adults. In: Lamb DR, Murray R (eds). Perspectives in exercise science and sports medicine: exercise, nutrition and weight control. Carmel: Cooper, v. 11, p. 243-288, 1998.

GHARAKHANLOU, Reza et al. Medidas antropométricas como preditoras de fatores de risco cardiovascular na população urbana do Irã. Arq. Bras. Cardiol, São Paulo, [online] v. 98, no. 2, p. 126-135, 2012.

GIGANTE, Denise P. et al. Prevalência de obesidade em adultos e seus fatores de risco. Rev Saúde Pública, São Paulo, v. 31, p. 236-46, Jun 1997.

GOMES, Marcius de Almeida et al. Ficha Antropométrica no Núcleo de Apoio a Saúde da Família: o que medir e para que medir? Rev Bras Cineantropom desempenho Hum, Florianópolis, v. 11, no, 2, p. 243-253, 2009.

BANCO MUNDIAL. Envelhecendo em um Brasil mais velho: implicações do envelhecimento populacional para o crescimento econômico, a redução da pobreza, as finanças públicas e a prestação de serviços. Washington: The World Bank; 2011.

GUEDES, Dartagnan Pinto; GUEDES, Joana Elisabete Ribeiro Pinto. Distribuição de gordura corporal, pressão arterial e níveis de lipídeos-lipoproteínas plasmáticos. Arq Bras Cardiol, Londrina, v. 70, p. 93-8, 1998.

HAUN, Danilo Ramos; PITANGA, Francisco José Gondim; LESSA, Ines. Razão Cintura/estatura comparado a outros Indicadores Antropométricos de Obesidade como Preditor de Risco Coronariano elevado. Rev Assoc Med Bras, São Paulo, v. 55, n. 6, p. 705-711, 2009.

INSTITUTO NACIONAL DE SAÚDE Dr. Ricardo Jorge (INSA). Inquérito Nacional de Saúde 1998/1999; Lisboa, 2001.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Resolução nº- 6, de 3 de novembro de 2010. [Acesso em 2011, dezembro 18] Disponível em: http://www.censo2010.ibge.gov.br/dados_divulgados/index.php?uf=29

KWON, Soyang. Association between abdominal obesity and cardiovascular risk factors in normal-weight Korean women. Health Care Women Int, New York, v. 30, p. 447-452, May 2009.

LIPSCHITZ, David A. Screening for nutritional status in the elderly. Primary Care, Philadelphia, v. 21, n. 1, p. 55-67, 1994.

MATSUZAWA, Yuji. Establishment of a concept of visceral fat syndrome and discovery of adiponectin. Proc Jpn Acad Ser B Phys Biol Sci, Tokyo, v. 86, n. 2, p. 131-140, 2010.

MASTROENI, Marco Fabio et al. Antropometria de Idosos Residentes no Município de Joinville-sc, Brasil. Rev Bras Geriatr Gerontol [online], Rio de Janeiro, v.13, n.1, p. 29-40, 2010.

MENEZES, Tarciana Nobre de; MARUCCI, Maria de Fátima Nunes. Antropometria de idosos residentes em instituições geriátricas, Fortaleza, CE. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v.39, n. 2, p. 169-175, 2005.

MC DONALD, Margaret et al. Prevalence, awareness, and management of hypertension, dyslipidemia, and diabetes among United States adults aged 65 and older. Journal of gerontology: biological sciences, Baltimore, v. 64, n. 2, p. 256-263, 2009.

MORAIS, Eliane Pinheiro; RODRIGUES, Rosalina Aparecida Partezani; GERHARDT, Tatiana Engel. Os idosos mais velhos no meio rural: realidade de vida e saúde de uma população do interior gaúcho. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, v. 17, n. 2, p. 374-83, 2008.

NAGAHAMA, Dionísia; YUYAMA, Lúcia Kiyoko Ozaki; ALENCAR, Fernando Hélio. Perfil antropométrico de mulheres adultas da área urbana e rural no município de Barcelos, AM. Acta Amaz, Amazônia, v. 33, n. 3, p. 423-430, 2003.

NOGUEIRA, Maria Assunção Martins; SILVA, Domingos José Lopes da; SANTOS, José Augusto Rodrigues. Actividade física habitual em idosos portugueses rurais e urbanos. Rev bras Ci e Mov, São Paulo, v.14, n. 4, p. 23-30, 2006.

PERISSINOTTO, Egle et al. Anthropometric measurements in the elderly: Age and gender differences. Br J Nutr, New York, v. 87, n. 2, p. 177-186, 2002.

PITANGA, Francisco José Gondim; LESSA, Ines. Razão cintura-estatura como discriminador do risco coronariano de adultos. Rev Assoc Med Bras, São Paulo, v. 52, p. 157-161, Mai-Jun 2006.

POU, Karla M et al. Patterns of abdominal fat distribution. Diabetes Care, Usa, v. 32, n. 3, p. 481-485, 2009

ROSA, Maria Inês da et al. Prevalência e fatores associados à obesidade em mulheres usuárias de serviços de pronto-atendimento do Sistema Único de Saúde no sul do Brasil. Ciênc saúde coletiva, [online], Rio de Janeiro, v. 16, n. 5, p. 2559-2566, 2011.

SABRY, Maria Olganê Dantas; SAMPAIO, Helena Alves de Carvalho; SILVA, Marcelo Gurgel Carlos da. Hipertensão e obesidade em um grupo populacional no Nordeste do Brasil. Rev Nutr, Campinas, v. 15, p. 139-147, 2002.

SAMPAIO, Lilian Ramos; FIGUEIREDO, Vanessa de Carvalho. Correlação entre o índice de massa corporal e os indicadores antropométricos de distribuição de gordura corporal em adultos e idosos. Rer Nutr [online], Campinas, v.18, n.1, p. 53-61, 2005.

SANTOS, Débora Martins dos; SICHIERI, Rosely. Índice de massa corporal e indicadores antropométricos de adiposidade em idosos. Rev Saúde Pública, São Paulo, v. 39, n.2, p. 163-168, 2005.

SCHMIDT, Maria Inês . Health in Brazil 4. Chronic non-communicable diseases in Brazil: burden and current challenges. The Lancet, Usa, v. 377, p. 61-74, 2011.

SEIDELL, Jaap C; VISSCHER, Tommy L. S. Body weight and weight change and their health implications for the elderly. Eur J Clin Nutr, Manchester, v. 54, n. 3, p. 33-39, 2000.

SILVA, Diego Augusto Santos, PETROSKI, Edio Luiz. Associação Entre Diferentes Proposições de Pontos de Corte para Sobrepeso/Obesidade e Pressão Arterial Elevada em Idosas. R. da Educação Física/UEM, Maringá, v. 20, n. 3, p. 415-422, 3. trim. 2009.

SISTEMA DE VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL. Estado Nutricional. (2006). http://nutricao.saude.gov.br/sisvan.php?conteudo=estado_nutricional Acesso: 07 agosto 2012.

SIZER, Tommas. (Editor). Standards and guidelines for nutritional support of patients in hospitals. Woreestershire: British Association for Parenteral and Enteral Nutrition, 1996.

ZOMBONI, Mauro et al. Sagittal abdominal diameter as a practical predictor of visceral fat. Int J Obes Relat Metab Disord, Italy, v. 22, n. 7, p. 655-660, 1998.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Obesity: preventing and managing the global epidemic. Report of a World Health Organization Consultation. Geneva: World Health Organization. WHO Obesity Technical Report Series, p. 284: 256, 2000.




Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2