ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO FRENTE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA SOFRIDA PELO IDOSO.

Juliana Oliveira Musse, Maria Helena Evangelista Rios

Resumo


Objetivou-se conhecer a atuação dos enfermeiros frente à violência doméstica contra o idoso. Trata-se de um estudo quali-quantitativo, cujos dados foram coletados através de um questionário semi-estruturado. Os resultados indicaram o abandono como o tipo de violência mais referida e os principais autores, os filhos; dos enfermeiros, 76% afirmaram identificar situações de violência, e destes, mais da metade  informaram notificar os casos de abuso (52%). As dificuldades dos profissionais em lidar com os trâmites de notificação, detecção e intervenção foram os obstáculos referidos. Pode-se constatar uma grande fragilidade na forma com que esses profissionais atuam frente aos maus tratos contra o idoso, principalmente no que diz respeito à identificação e notificação.


Palavras-chave


Violência doméstica; Idoso; Papel do Profissional de Enfermagem

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2