O IMPACTO DO ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL NO COTIDIANO DE CUIDADORES FAMILIARES

Fabricia Azevedo Costa, Francisco Assis Vieira Lima Junior, Wagner Henrique Souza Silva

Resumo


Objetivo: O Acidente Vascular Cerebral (AVC) gera déficits no funcionamento físico, sensorial e cognitivo do paciente tendo impacto no desempenho das atividades da vida diária, e acarretando alterações na dinâmica familiar. O presente trabalho visa investigar a influência do grau de independência funcional de pacientes acometidos por AVC no impacto da doença na vida do cuidador familiar.Métodos:Trata-se de um estudo transversal, de caráter descritivo. Foram avaliados cuidadores e pacientes que estavam em tratamento nos principais serviços públicos de saúde de Natal/RN, Sendo utilizadas como instrumentos de avaliação a escala de impacto da doença nos cuidadores (Caregiver Burden Scale) e a Medida de Independência Funcional (MIF).Resultados:Os cuidadores eram predominantemente mulheres (84,21%), casadas (63,16%), filhas (42,11%) ou esposas (47,37%) com média de idade de 44,89±9,46 anos. Foi observado que 57,89% da amostra relatou sentir dor nas costas, com uma média, segundo avaliação da Escava Visual Analógica de 7±1,97 pontos. A Medida de Independência Funcional revelou uma funcionalidade moderada quanto aos seus aspectos motores (51±20,50). O impacto do AVC na vida dos cuidadores evidenciou uma sobrecarga negativa com escore de 49±12,82 pontos no CBS.Conclusões: Observou-se um impacto negativo na vida dos cuidadores familiares de pacientes com AVC, sugerindo uma relação entre este impacto e o nível de independência do paciente. É necessário que profissionais de saúde identifiquem a importância dessa relação e trabalhem o paciente de modo a estimular sua funcionalidade para AVDs. Dessa forma, os benefícios da reabilitação não se restringiriam ao paciente, mas contemplariam, também, os demais personagens envolvidos neste processo, como o cuidador familiar.


Palavras-chave


Envelhecimento, Acidente Vascular Cerebral, Cuidadores

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2