VIVÊNCIA DOS CUIDADORES FAMILIARES DE IDOSOS DEPENDENTES: REVELANDO ESTRATÉGIAS PARA O ENFRENTAMENTO DO COTIDIANO

Hemília Gabrielly de Oliveira Cartaxo, Mércia Maria Paiva Gaudêncio, Ana Raquel Mendes dos Santos, Raquell Alves de Araújo, Clara Maria Silvestre Monteiro de Freitas

Resumo


resumo
Este estudo tem por objetivo identificar as estratégias de coping adotadas por 26 cuidadores familiares de idosos dependentes. A metodologia é de caráter descritivo, exploratório de campo, com abordagem qualitativa. A técnica de análise dos dados foi a Análise de Conteúdo (Bardin). Os instrumentos utilizados foram: o formulário sociodemográfico e a entrevista semiestruturada. Os resultados revelaram maior impacto nos seguintes dados: cuidadores predominantemente mulheres, em média, 7,3 anos; maioria solteiros; grau de parentesco com indicadores significativos de “filhos”; escolaridade mais referida, sendo o ensino fundamental incompleto; renda familiar mensal entre 1 e 2 salários mínimos. As análises recaíram nas seguintes categorias temáticas: Fuga-esquiva, Confronto, Religiosidade e Renúncia; revelando que o indivíduo reage de forma distinta e singular a um mesmo estressor. Face aos resultados, recomenda-se que os profissionais de saúde, especialmente, os enfermeiros, forneçam informações e orientações aos cuidadores, através da identificação, prestação de apoio e encaminhamento desses para tratamento especializado.

palavras-chave

Cuidadores. Idoso. Estratégias.

abstract

This study aims to identify the coping strategies used by 26 familiar caregivers of dependent aged people. The method used was descriptive, exploratory and field study, with a quanti-qualitative approach. The technique to analyze the data was the Content Analysis (Bardin). The instruments used were: a socio-demographic questionnaire and a semi-structured interview. The results showed a big impact in the following data: most of the caregivers were women, at about, 7,3 years; majority single; most of them were “children”; the most related educational level was the elementary education; the income was between 1 and 2 salaries. The analysis showed these thematic categories: Escape-avoidance, Confrontation, Religiousness and Renunciation, revealing that each person reacts in a different way facing the same situation. We recommend that the health professionals, especially, the nurses, make interventions by giving information to the caregivers, identifying, giving support and referring these people to a specialized treatment.

keywords

Caregivers. Aged. Strategies.

Palavras-chave


Cuidadores; Idoso; Estratégias; Enfermagem

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2