PERCEPÇÃO DE ACOMPANHANTES ACERCA DA RESTRIÇÃO DE PARTICIPAÇÃO DERIVADA DE DIFICULDADES AUDITIVAS (HANDICAP AUDITIVO) NO IDOSO DEMENCIADO

Fabiola Luciane Barth, Talita Cristina Favero, Cristina Loureiro Chaves Soldera, Maira Rozenfeld Olchik, Isabela Hoffmeister Menegotto

Resumo


resumo

Este estudo teve como objetivo verificar a existência de fatores de restrição de participação social e alterações emocionais consequentes da limitação auditiva, percebidas por acompanhantes (handicap auditivo) de idosos demenciados, e averiguar a existência de associações entre o handicap auditivo e resultados audiométricos. Por meio de um estudo de corte transversal, foram avaliados 16 idosos, com diagnóstico de demência e idade média de 80,1 anos, sendo nove do sexo feminino e sete do sexo masculino. Os acompanhantes, todos familiares próximos, foram submetidos a um questionário adaptado de percepção de restrição de participação (HHIE-adaptado) e os idosos tiveram seus exames audiométricos consultados conforme disponibilidade. Pela análise dos resultados, pôde-se verificar a existência, sob a ótica dos acompanhantes, de fatores de restrição de participação social e dificuldades emocionais consequentes da limitação auditiva (handicap auditivo) nos pacientes demenciados. Também foi verificada a associação significativa entre o grau de handicap auditivo percebido e os resultados audiométricos coletados, visto que quanto maior a pontuação total encontrada nos questionários aplicados ao acompanhante, maior foi o grau de perda auditiva do paciente.

 

palavras-chave

Audição. Envelhecimento. Demência. Perda auditiva.

 

abstract

This study aims to investigate the existence, from the caretaker’s point of view, of emotional alterations and restrictions of social participation as a consequence of hearing limitations (hearing handicap) in elderly people with dementia, and to analyze the existence of correlation between this perceived hearing handicap and the results of audiometry exams. By means of a cross-sectional study, sixteen elderly people with dementia diagnosis were analyzed. They had 80.1 years old in average and nine of them were women. All of the caretakers accompanying the patients were close family members and they were submitted to an adapted questionnaire regarding the perception of a hearing related restriction of participation (an adapted version of HHIE). In addition, the elderly’s audiometry exams were consulted whenever available. By analyzing the results, it was possible to point out the existence of factors that restrict social participation and lead to emotional difficulties as a consequence of hearing limitations (hearing handicap) in elderly people with dementia, under the point of view of their caretakers. Significant connections between the hearing handicap as perceived by the caretaker and the audiometry results were also established, showing that the higher the total score found in the questionnaires, the higher was the patient’s hearing loss degree.

keywords

Hearing. Aging. Dementia. Hearing loss.


Palavras-chave


Audição; Envelhecimento; Demência; Perda Auditiva

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2