RESULTADOS DE UM PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE SOB A EXPRESSIVIDADE E SENSORIALIDADE EM IDOSOS

José Maurício Figueiredo Júnior, Clécia Rodrigues Fernandes Ribeiro, Pierre Normando Gomes da Silva

Resumo


Atualmente, crescem as ações voltadas para os idosos em grupos de convivência e/ou programas de promoção da saúde, favorecendo a ocupação do tempo em prol de si mesmo para superar as angústias, incertezas, inseguranças e medos, contrapondo-se ao processo de perdas, que comumente, é associado ao envelhecimento. Assim é desenvolvido, uma prática educativa que tem sua interface na saúde, por meio do projeto “Expressividade e Sensorialidade do Idoso: Novos parâmetros de saúde”. Este programa é desenvolvido, desde 2007, no Departamento de Educação Física da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Para tanto este estudo objetivou expor os resultados oriundos do programa de promoção da saúde supracitado sob a expressividade e sensorialidade de idosos da comunidade participantes do programa. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo participante, de natureza descritiva, na qual utilizamos da observação, registro, análise e correlação das informações do grupo. A partir das aulas e/ou vivências realizadas alcançamos estimular a expressiviade e sensorialidade dos idosos participantes desse programa, uma vez que, tradicionalmente, ocorre um desinvestimento das capacidades sensoriais e expressivas dos que vivenciam essa fase da vida. Podemos afirmar que o programa de promoção da saúde analisado tem favorecido o crescimento e beneficiado na expressividade dos idosos participantes, havendo uma ampliação da autonomia e reconhecimento corporal dessa população.

 


Palavras-chave


Idoso; Promoção da saúde; Expressividade; Sensorialidade

Texto completo:

PDF


Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. ISSN: 1517-2473 (impresso) e 2316-2171 (eletrônico)
Qualis Capes 2016, área interdisciplinar: B2