Determinação de cronograma de manutenção preventiva utilizando algoritmo genético

Daniel Flores, Michel J. Anzanello, Gabriel Vidor

Resumo


Este artigo propõe um método para otimização do cronograma de manutenção preventiva com vistas à minimização dos custos associados. Dados de falhas são coletados e modelados através de distribuições de probabilidades paramétricas. Na sequência, geram-se índices de melhoria associados aos incrementos de confiabilidade decorrentes das manutenções, valendo-se do conhecimento de especialistas de processo, conforme Tsai et al. (2001). Tais índices são integrados a formulações quantificadoras do custo incorrido pelos procedimentos de manutenção. A formulação é otimizada através de Algoritmo Genético (AG), determinando o melhor tipo de manutenção (por exemplo, manutenção total ou parcial) a ser realizada em intervalos pré-definidos. Ao ser aplicado em uma máquina de transformação de bobinas de aço plano em tubos, o método gerou um cronograma coerente de manutenções com base na avaliação de especialistas de processo, além de reduzir em 20% os custos comparados à programação empírica de manutenção. Os resultados ainda comprovam a eficiência de AGs na resolução de problemas de manutenção por conta de sua rápida convergência e fácil implementação.

Palavras-chave


Manutenção Centrada em Confiabilidade, algoritmos genéticos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1983-8026.31843