Análise do arranjo produtivo de cerâmica vermelha da cidade de russas-CE através do SIMAP

Priscila da Cunha Jácome, Breno Barros Telles do Carmo, Marcos Ronaldo Albertin

Resumo


O acirramento competitivo mostra que as antigas práticas de gestão não estão mais sustentando as empresas. Nesse contexto, foi desenvolvido um sistema de monitoramento de arranjos produtivos (SIMAP), com o intuito de fazer um benchmarking entre as empresas e encontrar os seus gaps tecnológicos. Assim, o presente trabalho objetiva analisar as empresas do arranjo produtivo local (APL) de cerâmica vermelha de Russas-CE com o SIMAP identificando o seu posicionamento competitivo através do Sistema de Monitoramento de Arranjos Produtivos. Para tanto, foi realizado um survey em uma amostra de 18 empresas desse APL e aplicado o modelo de acompanhamento do SIMAP. Com isso, foram gerados gráficos para avaliar o APL de cerâmica vermelha de Russas-CE. Observou-se que em relação aos setes sistemas de gestão: Sistema Integrado de Gestão, Gestão da Produção, Gestão de Produtos, Gestão Estratégica, Gestão de Logística, Gestão de RH e Gestão Financeira, avaliados através do SIMAP, as empresas ceramistas apresentam baixo nível de desenvolvimento das ferramentas de gestão.

Palavras-chave


Arranjos Produtivos Locais. Cerâmica Vermelha. SIMAP.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1983-8026.23892