A FORMAÇÃO DOS OPERADORES DE PROCESSOS CONTÍNUOS EM CONTEXTOS DE CONSTRANGIMENTO DA APRENDIZAGEM

Gilbert Cardoso Bouyer

Resumo


O termo desenvolvimento cognitivo é freqüentemente usado em pesquisas ergonômicas. Entretanto, os constrangimentos (“contraintes”) da aprendizagem raramente são mencionados. Usando o método da Análise Ergonômica do Trabalho (AET), demonstramos como os operadores aprendem a atividade de controle de processo contínuo, em um contexto de constrangimentos, e demonstramos que a complexidade e os constrangimentos do trabalho influenciam o tempo para o desenvolvimento cognitivo. Apresentamos também aspectos que classificam este tipo de aprendizagem como complexa. Um total de 18 operadores foram entrevistados e observados. Os principais constrangimentos no desenvolvimento dos operadores são: a organização do trabalho e a hierarquia das indústrias de processo contínuo (IPC’s). O tempo é um constrangimento porque os operadores têm que aprender o controle de processo em um contexto de tempo curto, com grandes exigências dos gerentes. A aprendizagem das situações reais é urgente, e os operadores têm que lidar com elas rapidamente.

Palavras-chave


Ergonomia Cognitiva - Aprendizagem para o Trabalho - Saber fazer

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1983-8026.20158