Análise comparativa entre regras heurísticas de sequenciamento da produção aplicada em job shop

José Arnaldo Montevechi, João Batista Turrioni, Dagoberto Alves de Almeida, Ricardo Coser Mergulhão, Fabiano Leal

Resumo


Este artigo apresenta a aplicação comparativa, através de um algoritmo desenvolvido, de quatro regras heurísticas de sequenciamento em job shop (SPT - Shortest Processing Time, LPT - Longest Processing Time, MWKR - Most WorK Remaining e LWKR - Least WorK Remaining). Esta aplicação é feita em uma empresa de deposição de partículas metálicas e cerâmicas. O trabalho demonstra que a eficiência de uma regra apresenta variação quando submetida a conjuntos de peças com diferentes faixas de tempo de processamento, segundo dois critérios analisados: tempo de ciclo e ociosidade dos equipamentos. No critério ociosidade, os tempos obtidos com a aplicação das regras apresentaram diferenças de até 100%, enquanto que o critério tempo de ciclo apresentou diferenças de 17%. A capacidade produtiva da empresa apresentou um aumento de 10,9% após a adoção da regra MWKR.

Palavras-chave


job shop; sequenciamento; regras heurísticas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1983-8026.1438