O íntimo, o privado, o público na arte contemporânea

Sandra Rey, Eliane Chiron

Resumo


Para existir plenamente a arte necessita ser exibida ao público. Nas sociedades contemporâneas o íntimo e o privado são cada vez mais mediatizados e confundidos no espaço público. Na arte, os conceitos de íntimo, privado e público são distintos mas não podem ser pensados separadamente. Como esses conceitos se articulam na arte contemporânea? Como distinguir o íntimo em relação ao privado e público na arte? Quais são as questões aí implicadas? As questões colocadas por Sandra Rey à Eliane Chiron buscam esclarecer as relações entre esses três conceitos na arte contemporânea.

Palavras-chave


O íntimo. Privado. Público. Arte contemporânea. Ato criativo.

Texto completo:

PDF-PT


DOI: https://doi.org/10.22456/2179-8001.80125

Direitos autorais 2017 Sandra Rey, Eliane Chiron

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

PORTO ARTE: e-ISSN 2179-8001


INDEXADORES

PROPESQ

"

LATINDEX

Resultado de imagem para redib logo