A fotografia contemporânea e seus compartilhamentos pictóricos: antinomias e convergências

Niura Legramante Ribeiro

Resumo


Os compartilhamentos entre fotografia e pintura na arte contemporânea podem apresentar ao menos dois regimes fundacionais para os processos de criação de obras: propor antinomias como descontinuidades entre os conteúdos da representação de imagem e as narrativas verbais a ela associadas, procurando colocá-los em tensão, ou, por outro lado, buscar convergências entre texto e imagem. Pensar de que forma o universo da tradição pictórica serve de arcabouço compositivo para as práticas fotográficas é a proposição para este artigo, por meio de estudos de caso em determinadas obras de Dirnei Prates e Felipe Cama.

Palavras-chave


Fotografia. Pintura. Compartilhamentos. Antinomias. Convergências.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2179-8001.73717

Direitos autorais 2017 Porto Arte



PORTO ARTE: e-ISSN 2179-8001


INDEXADORES

PROPESQ