Território partilhado: cruzamento de linguagens, espaço de reflexão

Marilice Corona

Resumo


Pintores contemporâneos como Mark Tansey e Michaël Borremans incluem a fotografia e o filme em suas práticas artísticas refletindo, em território partilhado e de modo autorreferencial, a inegável mediação tecnológica no qual nos vemos submersos. Este artigo tem como objetivo analisar de que forma, nesse cruzamento de linguagens, instaura-se um espaço de reflexão.

Palavras-chave


Pintura. Fotografia. Filme. Autorreferencialidade. Representação.

Texto completo:

PDF-PT

Referências


BORREMANS, Michaël. “Interview: Michaël Borremans by David Cooggins (03/01/2009)” in Art in America. Acesso: http://www.artinamericamagazine.com/features/michael-borremans/ , 2011.

A knife in the eye. Acesso https://www.youtube.com/watch?v=dhhUmwmlMtc, 2016.

DANTO, Arthur e TANSEY, Mark . Tansey: visions and revisions, Nova York: Harry N. Abrams, 1992.

MÖNIG, Roland . “The picture looking back” in Mark Tansey. German: Kerber Verlag, 2005.

ROGIERS, Patrick. “Avant-propos” in: L’ère du double: actes du colloque sur la gemellit. Marval, 1998, pp7-9.

TAYLOR, Marc C. The Picture in question: Mark Tansey & the ends of representation.

Chicago: The University of Chicago Press, 1999.

SARDO, Delfim. Michaël Borremans: Weight. Germany:Hatje Cantz, 2007.

SIMS, Patterson. Art and source. Seatle: Seatle Art Museum, 1990.

VOUILLOUX, Bernard. Le tableau vivant: Phryné, l’orateur et le peintre. Paris: Flammarion, 2002.




DOI: https://doi.org/10.22456/2179-8001.73715

Direitos autorais 2017 Marilice Corona

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

PORTO ARTE: e-ISSN 2179-8001


INDEXADORES

PROPESQ

"

LATINDEX

Resultado de imagem para redib logo