Poiética, matéria, campos nas pinturas de Karin Lambrecht

Icleia Cattani

Resumo


O presente texto tem como fio condutor a pintura de Karin Lambrecht. Artista de já longa trajetória, sua obra sempre girou em torno da pintura para a qual, além da tinta a óleo, utiliza acrílica com terra e outros pigmentos naturais. Sua produção contemporânea caracteriza-se também por pinturas realizadas com sangue. O foco da apresentação será a análise das relações em sua poiética e na poética de seus trabalhos, entre os materiais empregados e a matéria decorrente nas pinturas, as características dos diferentes suportes e como estas questões, juntas, definem as obras quanto ao seu campo. Serão utilizados os conceitos de imaginação material (Bachelard) e de campos específico, expandido e fora-do-campo da pintura. A estes, somam-se os conceitos de fronteiras e metamorfoses, para dar conta da realidade complexa das obras e das questões que emergem da própria pintura.

Palavras-chave


Pintura contemporânea; Poiética; Matéria; Material; Campos da pintura; Karin Lambrecht

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2179-8001.37935

Direitos autorais 2013 Icleia Cattani

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

PORTO ARTE: e-ISSN 2179-8001


INDEXADORES

PROPESQ

"

LATINDEX

Resultado de imagem para redib logo