Difusão da Dança da Morte: gravura, autoria e contextos.

Wilson Roberto da Silva

Resumo


Este ensaio tem como objetivo principal estabelecer como a gravura, através de seus processos históricos, principalmente a xilogravura e gravura em metal, potencializaram a construção e difusão da imagem macabra até o séc. XIX. As Danças da Morte não foram só uma publicação rentável e popular entre ricos e pobres desde seu surgimento no séc. XV, eram acima de tudo, objetos de reflexão filosófica sobre a efemeridade da existência, alcançando lugar privilegiado na produção própria de alguns artistas, que tinham nesta obra gráfica uma oportunidade comercial e uma base de reflexão qualificada sobre os dilemas da vida, do poder e da beleza.

 

Abstract

The main objective of this essay is to establish how the Engraving tecninique, through its historical processes, specially Woodcut and Etching, potentiated the construction and diffusion of the image macabre up until 19th century. The Dances of Death have not only was a profitable and popular publication among rich and poor since its emergence in the 15th century and for the following centuries, but they were also the subject of philosophical reflection on the ephemerality of the existence, reaching a privileged place in some artists’ production, who had in this graphic work not only a commercial opportunity, was above all, a base of qualified reflection on the dilemmas of life, power and beauty.


Palavras-chave


Dança da Morte. Xilogravura. Gravura em Metal. Morte. Iconografia

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, L. G. A. O papel da memória na Pedagogia da Morte. 2013. 156 f. Dissertação (Mestrado em História). Faculdade de Ciências Humanas e Sociais. Universidade Estadual Paulista. Franca, 2013. Disponível em: . Acesso em: 28 de out. 2020.

ARGAN, G. C. Arte Moderna. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

ARIÈS, P. O homem perante a morte – I. 2ª ed. Portugal: Publicações Europa-América Ltda, 2000.

BLOG DODENDANS. Hieronymus Hess. Disponível em: Acesso em: 28 de out. 2020.

DREIER, R. P. Der Totentanz – ein Motiv der kirchlichen Kunst als Projektionsfläche für profane Botschaften (1425-1650). 2010. 288 f. Tese (Doutorado em área não especificada). Erasmus Universität Rotterdam. Rotterdam, 2010, p.1-20. Disponível em:. Acesso em: 28 de out. 2020.

ECO. U. História da Feiura. Traduzido por Eliana Aguiar. Rio de Janeiro: Record, 2007.

FOUCAULT. M. Microfísica do Poder. 12ª Ed. Rio de janeiro: Edições Graal, 1998.

GIL, J. Metamorfoses do corpo. 2ª Ed. Lisboa: Relógio d'Agua Editores, 1997.

INFANTES. V. Las Danzas de la Muerte. Génesys y desarrollo de um gênero medieval (Siglos XIII-XVII). Salamanca: Ediciones de Universidad de Salamanca, 1997. Disponível em: . Acesso em: 28 de out. 2020.

IVINS Jr, W. M. Imagen y conocimiento: Análisis de la imagen prefotográfica. Barcelona: Editorial Gustavo GiIi. S.A, 1974.

MARTÍN, M. A. Historiografía de la “Historia de la Muerte”. Espanha, Ediciones Universidad de Salamanca, Studia Historica. Historia Medieval, 26, 2008, pp. 113-132. Disponível em: Acesso em 12 de ago. 2020.

MERTIN, A. A cidade e a morte... Ed. 101. Alemanha: Tà Katoptrizómena, 2016. Disponível em: . Acesso em: 14 de ago. 2020.

MUNIZ, M. R. C. Sobre a Arte de morrer no outono medieval. Ed. 04. Maranhão : Outros Tempos V.4 nº4, 2007, p 1-15. Disponível em: . Acesso em: 18 de ago. 2020.

OSBORN, H. Estética e Teoria da Arte. São Paulo: Editora Cultrix, 1968.

PERNIOLA, M. Pensando o ritual: sexualidade, morte, mundo. São Paulo: Estúdio Nobel, 2000.

SEARS, G. E. A Collection of Works Illustrative of The Dance of Death. Nova York: Impressão privada de George Edward Sears Library, 1889. Disponível em: . Acesso em: 28 de out. 2020.

STAROBINSKI, J. A Invenção Da Liberdade. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1994.

ZYMLA, H. G. La Danza Macabra. Madri : Revista Digital de Iconografía Medieval, vol. V, nº 11, 2014, p. 23-51. Disponível em: . Acesso em: 18 de ago. 2020.




DOI: https://doi.org/10.22456/2179-8001.108795

Direitos autorais 2021 Wilson Roberto da Silva

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

PORTO ARTE: e-ISSN 2179-8001


INDEXADORES

PROPESQ

"

LATINDEX

Resultado de imagem para redib logo