Entendimentos e desacordos: das relações entre crítica, exposição e curadoria

Francisco Dalcol

Resumo


O artigo se desenvolve como uma investigação em torno das relações entre crítica, exposição e curadoria. Discutindo os deslocamentos dos modos e lugares de inserção e manifestação do discurso crítico, articula-se um campo de questões que denomino como os entendimentos e os desacordos que permeiam o debate sobre as relações entre crítica de arte e curadoria de exposição. A fundamentação metodológica e conceitual se assenta ao mobilizar referenciais quanto a debates críticos, antecedentes históricos e aportes teóricos, compondo o corpus a partir do qual questões são formuladas e a análise se encaminha. O interesse é refletir sobre no que se assemelham e diferenciam os papéis e funções do crítico e do curador, observando que vêm passando por transformações, contaminações e sobreposições cujas origens e consequências importa esclarecer e discutir. O artigo se vincula à pesquisa de tese de doutorado sobre a implicação da crítica de arte na formação do campo da curadoria contemporânea.

 

Abstract

This paper entails an investigation about relationships between criticism, exhibition and curatorship. Discussing the displacement of circulation and manifestation of critical discourse, the text articulates a field of questions that I call understandings and disagreements, and permeate the debate about the relations between art criticism and exhibition curation. The methodological and conceptual grounding is based on mobilizing references regarding critical debates, historical background and theoretical contributions, composing the corpus from which questions are formulated and the analysis is developed. It aims to reflect how the roles and functions of the critic and the curator resemble and differentiate from each other, observing that they have been going through transformations, contaminations and overlappings whose origins and consequences are important to clarify and discuss. The paper is linked to a doctoral thesis research on the implication of art criticism in the formation of the contemporary curatorship field.


Palavras-chave


Crítica de arte. Exposição. Curadoria. Teoria. Discurso.

Texto completo:

PDF

Referências


ALAMBERT, Francisco. “Redefinição de papéis”. Revista do Sesc, nº 218, ago. 2014, s/n°. Online. Disponível em: . Acesso em: 19 mai. 2020.

ALLEN, Jennifer. “Futures trading – How do you write a catalogue essay for a show that hasn’t yet opened?”. Frieze Magazine, London, n. 126, out. 2009, s/n°. Disponível em: . Acesso em: 29 jul. 2018.

AMADO, Guy. “Notas sobre a jovem crítica de arte”. In: FERREIRA, Glória (org.). Crítica de arte no Brasil: temáticas contemporâneas. Rio de Janeiro: Funarte, 2006, pp. 243-245.

ANTMEN, Ahu. “The Critic’s Role in The Age of The Curator”. In: Critical Evaluation Reloaded – 40th AICA Congress, Association of Art Critics (AICA), Paris, 15-20 October 2006, pp. 66-71.

BAUMAN, Zygmunt. Legisladores e intérpretes. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

BISMARCK, Beatrice Von. “Curatorial Criticality – On The Role of Freelance Curators in The Field of Contemporary Art”. In: On Curating – Curating Critique, n. 9, Zurique, set. 2011, pp. 19-23.

BRITO, Ronaldo. “Questões de crítica e curadoria de arte”. Encontros com a Arte Contemporânea – 1ª Edição. Vila Velha (ES): Museu Vale, 25-27 out. 2017. Vídeo de palestra. Disponível em: . Acesso em: 7 maio 2020.

CARVALHO, Ana Maria Albani de. “A exposição como dispositivo na arte contemporânea: conexões entre o técnico e o simbólico”. Museologia & Interdisciplinaridade – Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Universidade de Brasília, vol.1, n. 2, jul/dez de 2012, pp. 47-58.

CARVALHO, Ana Maria Albani de. “Curadoria e potencialidade crítica na arte pós-autônoma”. Anais do XXXIII Colóquio CBHA – Arte e suas instituições, set. 2013. Campinas: Comitê Brasileiro de História da Arte – CBHA, 2014 [2013], pp. 257-272.

CARVALHO, Ana Maria Albani de. Instalação como problemática artística contemporânea: os modos de espacialização e a especificidade do sítio. 2005. 356f. Tese (Doutorado em Artes Visuais) – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre. Disponível em: .

CESAR, Marisa Flórido. “Curadoria: deslocamentos, impasses, possibilidades”. Poiésis – Revista do Programa de Pós-Graduação em Estudos Contemporâneos das Artes, Universidade Federal Fluminense, n. 26, dez. 2015, pp. 51-64.

DALCOL, Francisco. A curadoria de exposição enquanto espaço de crítica: a constituição de um campo de prática e pensamento em curadoria no Brasil (anos 1960-1980). 2018. 329f. Tese (Doutorado em Artes Visuais) – Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre. Disponível em: .

FARIAS, Agnaldo. “Problemas da crítica e da curadoria no panorama recente da arte brasileira”. In: COUTO, Maria de Fátima Morethy; FUREGATI, Sylvia Helena (orgs.). Espaços da arte contemporânea. São Paulo: Alameda, 2013, pp. 171-179.

FERREIRA, Glória. “Crítica e presentação”. In: FERREIRA, Glória; PESSOA, Fernando (orgs.). Criação e crítica. Seminários Internacionais Museu Vale, 11-15 mar. 2009, Vila Velha (ES). Rio de Janeiro: Suzy Muniz Produções, 2009, pp. 188-199.

FERREIRA, Glória. “Escolhas e experiências”. In: RAMOS, Alexandre Dias (org.). Sobre o ofício do curador. Porto Alegre: Zouk, 2010, pp. 137-148.

GIELEN, Pascal; LIJSTER, Thijs; MILEVSKA, Suzana; SONDEREGGER; Ruth. “Introduction: a Topology of Criticism”. In: LIJSTER, Thijs; MILEVSKA, Suzana; GIELEN, Pascal; SONDEREGGER; Ruth (eds.). Spaces for Art Criticism – Shifts in Contemporary Art Discourses. Amsterdam: Valiz, Antennae Series, 2015, pp. 11-20.

GONÇALVES, Lisbeth Rebollo. “Arte contemporânea e crítica de arte”. In: GONÇALVES, Lisbeth Rebollo; FABRIS, Annateresa (orgs.). Os lugares da crítica de arte. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado, 2005, pp. 35-46.

GONÇALVES, Lisbeth Rebollo. Entre cenografias: o museu e a exposição de arte no século XX. São Paulo: Edusp, 2004.

GONÇALVES, Lisbeth Rebollo. “Exposição e crítica – um enfoque em duas direções”. In: BERTOLI, Mariza; STIGGER, Verônica (orgs). Arte, crítica e mundialização. São Paulo: ABCA – Imprensa Oficial do Estado, 2008, pp. 45-56.

GROYS, Boris. “Reflexões críticas”. In: Arte poder. Belo Horizonte: UFMG, 2015, pp. 141-149.

GUASCH, Anna Maria. “Prólogo”. In: GUASCH, Anna Maria (ed.). Los manifestos del arte posmoderno: textos de exposiciones 1980-1995. Madri: Akal, 2000, pp. 5-8.

HERKENHOFF, Paulo. “Bienal 1998: princípios e processos”. Marcelina – Revista do Mestrado em Artes Visuais da Faculdade Santa Marcelina, São Paulo, ano 1, v.1, 1º sem. 2008, pp. 20-36.

HERKENHOFF, Paulo. “Rodadas – Qual o perfil da curadoria brasileira e o que ela precisa para profissionalizar-se”. Mesa de debate. In: TEJO, Cristiana (coord.). Panorama do pensamento emergente. Porto Alegre: Zouk, 2011, pp. 64-69.

HUGHES, Henry Meyric. “A história e a importância da Bienal como instrumento de globalização”. In: BERTOLI, Mariza; STIGGER, Verônica (orgs.). Arte, crítica e mundialização. São Paulo: ABCA – Imprensa Oficial do Estado, 2008, pp. 19-43.

JUSTINO, Maria José. “Criticar… é entrar na crise: uma perspectiva histórica da crítica de arte”. In: GONÇALVES, Lisbeth Rebollo; FABRIS, Annateresa (orgs.). Os lugares da crítica de arte. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado, 2005, pp. 13-54.

LAGNADO, Lisette. “As tarefas do curador”. Marcelina – Revista do Mestrado em Artes Visuais da Faculdade Santa Marcelina, São Paulo, ano 1, v.1, 1º sem. 2008, pp. 8-19.

LEENHARDT, Jacques. “Crítica de arte e cultura no mundo contemporâneo”. In: MARTINS, Maria Helena (org.). Rumos da crítica. São Paulo: Editora Senac/Itaú Cultural, 2000, pp. 19-28.

LIND, Maria. “The Curatorial”. In: Selected Maria Lind Writing (Brian Kuan Wood, ed.). Berlin: Sternberg Press, 2010, pp. 57-66.

MARQUES, Bruno. “Curadores críticos: o caso de Julião Sarmento”. In: AFONSO, Lígia; PINHEIRO, Gabriela Vaz; SEIXAS, Luísa (orgs.). Laboratório de curadoria. Guimarães: Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura, 2013, pp. 234-250.

MORAIS, Frederico. “Do corpo à terra: um marco radical na arte brasileira” [2001]. In: FERREIRA, Glória (org.). Crítica de arte no Brasil: temáticas contemporâneas. Rio de Janeiro: Funarte, 2006, pp. 195-200.

OGUIBE, Olu. “O fardo da curadoria”. Concinnitas, Revista do Instituto de Artes da UERJ. Rio de Janeiro, vol. 5, n° 6, jul. 2004, pp. 6-17.

O’NEILL, Paul. The Culture of Curating and The Curating of Culture(s). Cambridge and London: The MIT Press, 2012.

OSORIO, Luiz Camillo. “Virada curatorial: o pôr-em-obra da exposição como poética relacional”. Poiésis – Revista do Programa de Pós-Graduação em Estudos Contemporâneos das Artes, Universidade Federal Fluminense, n. 26, dez. 2015, pp. 65-80.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível. São Paulo: EXO experimental org., Editora 34, 2009.

REINALDIM, Ivair. “Tópicos sobre curadoria”. Poiésis – Revista do Programa de Pós-Graduação em Estudos Contemporâneos das Artes, Universidade Federal Fluminense, n. 26, dez. 2015, pp. 15-28.

SARDO, Delfim. “Dividir e coser: uma opinião sobre a relação entre crítica e curadoria”. In: CRESPO, Nuno (org.). Arte.crítica.política. Lisboa: Tinta da China edições, 2016, pp. 77-83.

SMITH, Terry. Thinking Contemporary Curating. New York: Independent Curators International, 2012.

WECHSLER, Diana Beatriz. “Relatos curatoriais, relatos políticos”. In: JAREMTCHUK, Dária; RUFINONI, Priscila (orgs.). Arte e política – situações. São Paulo: Alameda, 2010, pp. 69-86.

ZIELINSKY, Mônica. “A arte e sua mediação na cultura contemporânea”. In: FERREIRA, Glória (org.). Crítica de arte no Brasil: temáticas contemporâneas. Rio de Janeiro: Funarte, 2006, pp. 221-226.




DOI: https://doi.org/10.22456/2179-8001.108104

Direitos autorais 2020 Francisco Dalcol

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

PORTO ARTE: e-ISSN 2179-8001


INDEXADORES

PROPESQ

"

LATINDEX

Resultado de imagem para redib logo