Pequenos gestos, memórias disruptivas: revolver o passado, reescrever o presente, transformar o futuro

Fabricia Cabral de Lira Jordao

Resumo


considerando a prática curatorial como um espaço de poder e de disputas narrativas, apresento um relato crítico sobre o processo curatorial que culminou na exposição Pequenos gestos: memórias disruptivas,realizada entre outubro de 2019 e abril de 2020, no MAC-PR em Curitiba. Nesse sentido, reflito sobre os desafios, as possibilidades, os impasses e os limites de uma prática curatorial comprometida com os processos de decolonização do museu diante de uma coleção, constituída ao longo de quase cinco décadas, que conta com mais de 1.800 obras, majoritariamente de artistas – homens brancos – da região sul/sudeste. 


Palavras-chave


Curadoria. Decolonizar o museu. Coleção de arte. Arte brasileira. MAC-PR.

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. Para uma ontologia e uma política do gesto. Disponível em: Acesso: 15 jan. 2019

ENWENZOR, Okwui. The Postcolonial Constellation: Contemporary Art in a State of Permanent Transition. Research in African Literatures, vol. 34, n. 4 (Winter, 2003), p. 57-82. Disponível em: . Acesso: 10 nov. 2018.

KILOMBA, Grada. Memórias de Plantação. Episódio de racismo cotiando. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019.

MIGNOLO, Walter. Aiesthesis decolonial. CALLE14, v. 4, n. 4, Jan.-Jun. 2010. p. 10-25.

OLIVEIRA, Emerson Dionísio Gomes de. Memória, patrimônio e arte: a visibilidade dos acervos de museus de arte contemporânea brasileiros (1965-2005). Projeto História: Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados de História, [S.l.], v. 40, jul. 2011. p. 56. ISSN 2176-2767. Disponível em: . Acesso em: 25 nov. 2019.

PAULINO, Rosana. Diálogos Ausentes, vozes presentes. Disponível em:

. Acesso em: 12 mar. 2019.

RIBEIRO, António Pinto. Podemos descolonizar os museus? In: RIBEIRO, António S.; RIBEIRO, Margarida C. (Org.). Geometrias da memória: configurações pós-coloniais. Porto: Edições Afrontamento, 2016, p. 103.

ROCHA, Ana. Intersecções para um mundo complexo. MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO PARANÁ. ESTAMOS AQUI!, Curitiba: Museu de Arte Contemporânea do Paraná, 2019, p. 38-41.




DOI: https://doi.org/10.22456/2179-8001.104153

Direitos autorais 2020 Fabricia Cabral de Lira Jordao

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

PORTO ARTE: e-ISSN 2179-8001


INDEXADORES

PROPESQ

"

LATINDEX

Resultado de imagem para redib logo