A culpabilização como efeito do modo indivíduo de subjetivação nas políticas sociais / Guilt as the effect of the individual mode of subjectivity in the social policies

Moises Romanini, Priscila Pavan Detoni

Resumo


A análise das políticas públicas no Brasil evidencia a reprodução de uma concepção segmentada da questão social. Neste artigo, propomos uma reflexão em relação às políticas sobre drogas e políticas da assistência social. Pretendemos problematizar alguns aspectos das referidas políticas, analisando o modo indivíduo de subjetivação presente em ambas. Ao analisar as noções de risco, vulnerabilidade e individualização como possíveis vetores do fracasso como uma tecnologia de subjetivação, sugerimos a culpabilização como possível efeito dessas políticas. O modo indivíduo, atualizado nessas políticas, coloca sérias limitações à construção de políticas efetivamente públicas. Por isso, resgatamos a aposta na construção do comum, enfatizando a dimensão pública de uma política. 


Palavras-chave


Processos de Subjetivação; Modo indivíduo; Assistência Social; Políticas sobre Drogas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-152X.51093

logogoogle
Scientific Electronic Library Online     

           

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

ISSN eletrônico: 2238-152X