Índices de distorção idade-série: implicações na gestão educacional

Ana Carla Hollweg Powaczuk, Maiara Luisa Klein

Resumen


Neste trabalho problematiza-se o impacto dos índices de avaliação de aprendizagens na formação de políticas públicas municipais. Parte-se do estudo quali-quantitativo desenvolvido em um município de Santa Maria (interior do Rio Grande do Sul/RS), com os objetivos: compreender a implicação dos índices de distorção idade-série nos 4º e 5º anos do Ensino na gestão do trabalho pedagógico; reconhecer os desafios com que os professores se deparam na gestão do trabalho pedagógico em escolas que apresentam índices elevados de distorção idade-série; identificar ações promovidas para qualificar o processo de ensino e de aprendizagem. O estudo evidenciou os indicadores de aprendizagens como processos regulatórios e impulsionadores de políticas na esfera municipal. Neste sentido, tenciona-se a necessidade de avaliar as ações delineadas e sua correlação com os desafios que se apresentam ao trabalho pedagógico no cotidiano escolar, como forma de superar as circunstâncias que geram a distorção nos diferentes contextos escolares.

Palabras clave


políticas públicas municipais; gestão escolar; distorção idade-série

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


Copyright (c) 2019

ISSN Electrónico: 1982-3207

Qualis/Capes: Educação B2

 

Periodicidad – Semestral

 

La recepción de artículos se caracteriza por su flujo continuo sin que sea posible preveer la fecha de su publicación.


This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY-NC 4.0).