Pelas páginas dos memoriais: histórias de formação e narrativas de professores

Débora Mazza, Nima I. Spigolon

Resumen


O trabalho analisa memoriais de professores da rede pública, elaborados durante o Curso de Especialização em Gestão Educacional (CEGE), realizado pela Faculdade de Educação (FE) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), por meio de um contrato com a Secretaria de Educação do município de Campinas/SP, durante os anos de 2013/2015. Autores apontam a necessidade de construção de um panorama teórico-metodológico de políticas educacionais e práticas de formação na interface com a experiência, a memória e a história da profissão. Para tanto, priorizamos as narrativas de si, na forma de memoriais, como dispositivos de formação, visando compreender as formas de pensar, sentir e se fazer professor e gestor. Nos recortes deste trabalho, contemplamos 36 memoriais, organizados em 18 temas que se apresentaram como parte da formação, participação e avaliação no CEGE. A caracterização dessas fontes primárias coaduna com o registro escrito, eivado por experiências que constroem percursos e sentidos à ação pessoal, coletiva e profissional. A abordagem qualitativa aponta que as políticas públicas de formação inicial, continuada e em serviço induzem a perspectiva teórico-metodológica e qualificam o trabalho dos professores e gestores no cotidiano escolar. Por fim, os memoriais permitem inferir que a formação repercutiu nas dinâmicas institucionais.

Palabras clave


Formação De Professores; Memoriais; Políticas Públicas.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


Copyright (c) 2017 Políticas Educativas

ISSN Electrónico: 1982-3207

Qualis/Capes: Educação B2

 

Periodicidad – Semestral

 

La recepción de artículos se caracteriza por su flujo continuo sin que sea posible preveer la fecha de su publicación.


This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY-NC 4.0).