Protagonismo de estudantes cotistas na Ocupação Akilombada da Reitoria da UFRGS

Rita de Cássia Soares de Souza Bueno, Neusa Chaves Batista

Resumen


O presente artigo tem como principal objetivo abrir um debate sobre a participação e a atuação dos grupos, coletivos e movimentos sociais de estudantes cotistas, na Educação Superior Pública Brasileira, em tempos de política afirmativa. Para isso, traz um estudo preliminar realizado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Os procedimentos teórico-metodológicos assentam-se na análise de conteúdo das fontes: político-normativas e entrevista semiestruturada, para proceder a um estudo de caso sobre a implementação da comissão de verificação da autodeclação étnico-racial e das reivindicações estudantis através da Ocupação Akilombada da Reitoria da UFRGS, que ocorreu no ano de 2018. Para dar tratamento teórico-analítico aos achados da pesquisa, foram utilizados os conceitos de Gestão Democrática da Educação (BRASIL, 1988; 1996; UFRGS, 1995) e de Justiça Social Participativa (FRASER, 2010). As análises dos dados indicam fragilidades no enfrentamento dos desafios para promover a justiça social e educacional através da participação democrática de estudantes cotistas no processo de construção das políticas afirmativas.

Palabras clave


educação superior; política afirmativa; justiça social; participação estudantil

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


Copyright (c) 2020 Rita de Cássia Soares de Souza Bueno, Neusa Chaves Batista

ISSN Electrónico: 1982-3207

Qualis/Capes: Educação B2

 

Periodicidad – Semestral

 

La recepción de artículos se caracteriza por su flujo continuo sin que sea posible preveer la fecha de su publicación.


This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY-NC 4.0).