Políticas de acesso à educação superior: as experiências da Universidad do Chile e da Unicamp

Ana Elisa Spaolonzi Queiroz Assis

Resumen


A América Latina é marcada por alto grau de desigualdade no acesso à Educação Superior, neste contexto, Universidad de Chile e UNICAMP desenvolveram políticas locais a fim de contemplar estudantes que historicamente são marginalizados nos sistemas universitários. Apresentar o SIPEE (Sistema de Ingreso Prioritario y Equidad Educativa) e o PAAIS (Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social) na perspectiva da educação comparada é o objetivo deste trabalho, de forma que pontuamos o conceito de equidade que dá embasamento às políticas, para então apresentarmos as políticas a partir de seus objetivos e formas de ingresso. Finalizamos o trabalho apresentando quadro comparativo para subsidiar e fomentar discussões sobre a temática do acesso à Educação Superior.


Palabras clave


Educação Superior. Políticas de Acesso. Educação Comparada

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


Copyright (c) 2020 Ana Elisa Spaolonzi Queiroz Assis

ISSN Electrónico: 1982-3207

Qualis/Capes: Educação B2

 

Periodicidad – Semestral

 

La recepción de artículos se caracteriza por su flujo continuo sin que sea posible preveer la fecha de su publicación.


This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY-NC 4.0).