Geomorfologia e arquitetura deposicional de uma planície de cordões litorâneos na margem NE da Lagoa dos Quadros, RS, Brasil

Volney J. B. BITENCOURT, Sérgio R. DILLENBURG, Eduardo G. BARBOZA, Rogério P. MANZOLLI, Felipe CARON

Resumo


Cordões litorâneos regressivos do tipo dunas frontais (foredune ridges) e do tipo praia (beach ridges) são elementos morfológicos muito comuns em margens de lagoas e lagunas costeiras, embora ainda pouco estudados. Neste trabalho, são apresentados resultados do estudo de uma planície de cordões litorâneos regressivos arenosos que se formou na margem NE da Lagoa dos Quadros, no litoral norte do Rio Grande do Sul. A partir da análise de fotografias aéreas, levantamentos altimétricos, perfis de georadar (GPR), testemunhos de sondagem e amostras superficiais, foram investigadas a morfologia da planície de cordões e o arcabouço estratigráfico de seus respectivos depósitos sedimentares. A planície é composta por 20 cordões contínuos e semi-contínuos, de baixa amplitude e espaçados de 5 a 50 m. Sobre uma fácies basal de fundo lagunar que se formou aproximadamente entre 7 e 6 ka, desenvolveu-se uma sequência regressiva de modo agradacional e progradacional composta por depósitos de antepraia, de pós-praia/face de praia, dunas frontais e depósitos de leque de sobrelavagem. Dunas transgressivas adentrando na lagoa a partir da barreira holocênica IV (barreira de Curumim) podem ter sido uma importante fonte de areia para o desenvolvimento da planície de cordões.

Palavras-chave


GPR, cordão de praia, cordão de duna frontal, sequência regressiva, barreira complexa, lagoa costeira.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1807-9806.79582

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43113
91.540-000, Porto Alegre, RS, Brasil
E-mail: pesqgeoc@ufrgs.br