Variabilidade do sistema praia-dunas frontais para o litoral norte do Rio Grande do Sul (Palmares do Sul a Torres, Brasil) com o auxílio do Light Detection and Ranging – Lidar

Humberto D. VIANNA, Lauro J. CALLIARI

Resumo


Parâmetros morfométricos e geológicos, como orientação da linha de costa, potencial de deriva de vento, declividade e largura da praia subaérea, percentual de areia média e tamanho mé- dio do grão, são determinantes para a geomorfologia do sistema praia-duna frontal. Levantamentos feitos no litoral norte do Rio Grande do Sul (RS) através do sistema laser scanner permitiram a obtenção contínua dos principais parâmetros morfométricos, de forma rápida e precisa, sem a necessidade de levantamentos em campo. A variabilidade lateral desses parâmetros e sua associa- ção com as características geológicas foram consideradas para um setor de praia de 123 km entre Palmares do Sul e Torres através de análises cluster e escalonamento multidimensional, as quais definiram quatro grupos de afinidade. As variáveis que mais contribuíram para a diferenciação dos grupos foram: largura da praia subaérea, potencial de deriva de vento, azimute da linha de costa e percentual de areia média. Os grupos 1 e 4, situados mais ao sul da área de estudo, possuem balneá- rios com maior largura da praia subaérea, potencial de deriva de vento e variação de volume acima do datum, e apresentam os menores azimutes da linha de costa. O grupo 1 mostra o maior volume de perfil e altura das dunas frontais. O menor volume de perfil pertence ao grupo 3, consequência do maior azimute da linha de costa, responsável pela entrada quase paralela do vento dominante no sistema praia-duna e menor potencial de deriva de vento. O grupo 2 é caracterizado por valores de largura da praia subaérea semelhante ao grupo 3, porém possui maior volume de perfil e altura das dunas frontais. Essas diferenças podem ser explicadas pelo menor azimute da linha de costa do grupo 2. As variáveis largura da praia subaérea, potencial de deriva de vento e azimute da linha de costa e as características granulométricas da praia são fundamentais para explicar a variabilidade das dunas frontais no litoral norte do RS.


Palavras-chave


Relações duna-praia, light detection and ranging, morfometria de dunas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1807-9806.78116

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43113
91.540-000, Porto Alegre, RS, Brasil
E-mail: pesqgeoc@ufrgs.br