A mineralização de parisita-(Ce) associada ao carbonatito Fazenda Varela (Correia Pinto, SC)

Tamara R. MANFREDI, Artur C. BASTOS NETO, Vitor P. PEREIRA, Luc BARBANSON, Cristine SCHUCK

Resumo


O carbonatito Fazenda Varela faz parte do complexo alcalino de Lages (SC), que pertence ao final do Cretáceo. O carbonatito ocorre na forma de abundantes veios que cortam arenitos da Formação Rio Bonito que foram fortemente brechados e metassomatizados. Os estudos petrográficos, geoquímicos, por difração de raios X, por microssonda e por microscopia eletrônica de varredura permitiram identificar e classificar o principal fluorcarbonato portador de ETR da rocha. O carbonatito é composto essencialmente pelos carbonatos magmáticos ankerita e Fe-dolomita e foi fortemente afetado por eventos tardi a pós-magmáticos. Os fluidos percolaram através de fraturas e limites de grãos e formaram domínios hidrotermais compostos por barita, apatita, quartzo, calcita, ferrodolomita e parisita-(Ce). Nestes domínios, os cristais de parisita-(Ce) são fibrosos a fibrorradiais e bem desenvolvidos. Ela também existe em veios hidrotermais que cortam a encaixante metassomatizada. Os policristais de parisita-(Ce) são heterogêneos e têm crescimento sintaxial com a synchysita-(Ce). Sua composição média apresenta excesso de Ca e deficiência de ETR e de F em relação a uma composição ideal. A mineralização de parisita-(Ce) foi formada a partir de um fluido com baixa atividade de F, que interagiu com a rocha lixiviando preferencialmente os ETRL que foram transportados provavelmente como complexos clorados.

Palavras-chave


ferrocarbonatito, parisita, synchysita, ETR.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.22456/1807-9806.77831

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.


Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43113
91.540-000, Porto Alegre, RS, Brasil
E-mail: pesqgeoc@ufrgs.br