O Uso de Imagens TM-Landsat 5 na Identificação de Associações Vegetais na Borda Ocidental do Planalto Meridional do Rio Grande do Sul

DEJANIRA SALDANHA FRANTZ, MARIA DO CARMO LIMA E CUNHA

Resumo


Por meio de análise visual de dados TM-Landsat 5 foi possível avaliar a atual situação espacial das associações florísticas distribuídas na porção NE do Planalto Meridional do Rio Grande do Sul e suas encostas, mais precisamente nas regiões denominadas Serra do Umbu, Serra do Pinto, Josafaz e Tainhas-Aratinga. O estudo das bandas 3, 4 e 5 e sua composição colorida 453 (RGB) permitiu identificar fatores que influenciaram nas respostas espectrais e texturais dos alvos considerados. Como resultado foram definidas três unidades fitogeográficas, Mata Nativa, Banhados e Campos, e duas outras. Reflorestamento e Terrenos Arrasados e/ou Cultivados.



Palavras-chave


imagens TM-Landsat 5; associações vegetais; borda oriental; planalto meridional; Rio Grande do Sul

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.22456/1807-9806.21369

Apontamentos

  • Não há apontamentos.







Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43113
91.540-000, Porto Alegre, RS, Brasil
E-mail: pesqgeoc@ufrgs.br