Post Miocene Ostracodes From Pelotas Basin, Southern Brazil. Taxonomy-Part II

YVONE SANGUINETTI, LILIA DE ORNELLAS, JOÃO COIMBRA, MARIA INÊS RAMOS

Resumo


O presente trabalho compreende o estudo taxonômico dos ostracodes pós-miocênicos contidos em perfurações realizadas pela Petróleo Brasileiro S. A. (PETROBRAS) na Bacia de Pelotas, no Rio Grande do Sul. São descritas seis espécies novas que ocorrem nas perfurações 2-CA-1-RS, 2-CI-1-RS, 2-MO-1-RS e 2-PN-1-RS: Cypris cassinensis, Cyprideis maxipunctata, C. mostardensis, C. posteroinflata, C. sparsopunctata e Costa riograndensis. É registrada a ocorrência de Cyprideis salebrosa, Perissocytheridea kroemmelbeini, e da espécie indeterminada Krithe sp.



Palavras-chave


post miocene; ostracodes; Pelotas Basin; southern Brazil; taxonomy

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.22456/1807-9806.21306

Apontamentos

  • Não há apontamentos.







Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43113
91.540-000, Porto Alegre, RS, Brasil
E-mail: pesqgeoc@ufrgs.br