O BORGES DE MOURA: PARÓDIA DA TRADUÇÃO OU IMITAÇÃO DA ESCOLHA?

José Ricardo da Costa

Resumo


RESUMO: Em 2006 o poeta e europeísta Vasco Graça Moura publica uma das suas últimas obras poéticas (o autor faleceu em 2014). Nela, aparece “imitado de borges”, homenagem a Jorge Luis Borges, onde Moura se serve do estilo inconfundível do poeta argentino para desenvolver uma metáfora poética sobre o contato com a alteridade e o ofício da tradução.

PALAVRAS-CHAVE: Vasco Graça Moura; Jorge Luis Borges; alteridade; tradução.


SUMMARY: Vasco Graça Moura, poet and European critic publishes one of his last poetic works in 2006 (the author died in 2014). In this work, we have "imitado de borges", tribute to Jorge Luis Borges, where Moura uses the unmistakable style of the Argentine poet to develop a poetic metaphor about the contact with otherness and the translation.

KEYWORDS: Vasco Graça Moura; Jorge Luis Borges; otherness; translation.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.75344

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul