A oralidade presente em Um passeio pela cidade do Rio de Janeiro, de Joaquim Manuel de Macedo

Sheila Katiane Staudt

Resumo


Este trabalho pretende analisar a obra quase desconhecida do autor de A moreninha Joaquim Manuel de Macedo, intitulada Um passeio pela cidade do Rio de Janeiro no que diz respeito à oralidade presente neste livro de crônicas. As características próprias de um contador de histórias, no instante de narrar acontecimentos acerca do patrimônio público carioca ficam evidentes em sua travessia pela cidade, bem como a constante preocupação deste narrador para com a verdade narrada em suas crônicas. Para isso foram utilizados como apoio teórico os textos: O tempo vivo da memória: ensaio de psicologia social, de Ecléa Bosi, O tempo e a cidade, de Ana Luiza Rocha e Cornelia Eckert, Narrativas orais: uma poética da vida social, de Nei Clara de Lima, entre outros.

Palavras-chave: oralidade; cidade; memória.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.5821

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul