A construção das identidades pós-modernas em Teoria geral do esquecimento de José Eduardo Agualusa

João Marcos Dadico Sobrinho

Resumo


Este trabalho se dispõe a analisar a construção das personagens do romance Teoria geral do esquecimento (2012), de José Eduardo Agualusa, pela perspectiva da metaficção historiográfica, como definido pela teórica canadense Linda Hutcheon. Uma análise bibliográfica apoiada nos conceitos dessa teórica e de Stuart Hall sobre as identidades pós-modernas ajudam no entendimento de como o romance é constituído a partir das relações de interdependência existentes entre as diversas personalidades “ex-cêntricas” que o compõem, o que possibilita ao leitor, uma crítica sobre a importância dos sujeitos para a construção da história recente de Angola (século XX e XXI) e para a construção de uma realidade mais solidária no presente.

Palavras-chave


José Eduardo Agualusa; Literatura Africana; Metaficção Historiográfica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.55204

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul