Deslocamentos culturais em Morro Azul: identidade cultural e pertencimento

Grazielli Alves de Lima, Erika Regina de Lima

Resumo


A obra Morro Azul: estórias pantaneiras (2010) trata da saga de formação do estado de Mato Grosso do Sul, retratando desde a Guerra do Paraguai até meados da década de 1990. Em virtude do conflito bélico, moradores do estado (ainda Mato Grosso) se viram forçados a sair de suas terras, migrando para o Morro Azul, localizado as margens do rio Aquidauana. A permanência nesse local oportunizou vários contatos culturais, que influenciaram, posteriormente, a vida desses moradores, e por conseguinte, as múltiplas identidades culturais dos mesmos. Desse modo, propomos refletir sobre a influência de movimentos diaspóricos na constituição da identidade cultural desse locus.

Palavras-chave


Migração; Identidade Cultural; Pertencimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.50126

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul