As várias faces da poesia de Hilda Hilst

Edson Costa Duarte

Resumo


Este ensaio pretende dar uma visão geral da poesia da escritora Hilda Hilst. Ressaltamos como num primeiro momento a produção poética da escritora está ligada à tradição, repetindo seus lugares-comuns da tradição literária; e aos poucos, Hilda dá novas formas a eles, novos usos. Com o passar do tempo sua poesia ficará mais complexa, aparecendo a metalinguagem como modo de questionar própria validade do real poético.

Palavras-chave


Produção poética, tradição. Hilda Hilst, metalinguagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.49481

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul