A Poesia Urbana de Chico Buarque

Vivian Cristina Alves de Carvalho

Resumo


O presente ensaio trata da visão de Chico Buarque sobre a sociedade urbana brasileira expressa em suas canções. Observa-se uma mudança de ponto de vista ao longo do tempo, acompanhando o crescimento das cidades e também de seus flagelos. Nos anos 60, temos um artista consciente dos problemas, mas otimista com relação ao futuro. Nos anos 70, temos a expressão da falta de esperança diante do horror da ditadura militar. A partir da década de 90, tempos de democracia, Chico assume seu amor pelo Rio de Janeiro – num primeiro momento, enaltecendo suas belezas, e depois, reconhecendo seus problemas.

Palavras-chave: Chico Buarque; cidade grande; sociedade brasileira.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.4904

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul