O Rio de Janeiro do Segundo Reinado em Quincas Borba

Mires Batista Bender

Resumo


Este ensaio aborda a representação da cidade dentro do romance Quincas Borba, de Machado de Assis, publicado em 1891, cuja trama se desenvolve basicamente na cidade do Rio de Janeiro, por volta do ano de 1867. Para suporte teórico são apanhados alguns conceitos desenvolvidos pelo filósofo alemão Walter Benjamin, os quais tratam do comportamento do homem moderno e sua relação com a cidade, principalmente oriundos do estudo: “A Paris do Segundo Império em Baudelaire”.

Palavras-chave: cidade; modernidade; representação; romance.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.4899

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul