A cidade moderna: espaço de reconfiguração do mito de Penélope

Denise de Carvalho Dumith

Resumo


O objetivo do presente ensaio é analisar o que a cidade moderna representa para a reconfiguração do mito de Penélope na literatura. Primeiramente será abordada a relação entre mito em geral e o surgimento das cidades. A seguir, tomando-se como referência a Odisséia, de Homero, o hipotexto, desvelam-se as razões da gênese do mito penelopiano em especial, confrontando-a com sua reatualização em Janela do sonho, de Patricia Bins, seu hipertexto. Marshall Berman, Enrique del Acebo Ibáñez, Flávio Kothe e Jean-Pierre Vernant fornecem os principais embasamentos teóricos.

Palavras-chave: cidade moderna; mito de Penélope; espaço profano; espaço sagrado; mitoclastia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.4884

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul