A viagem em busca da identidade perdida no passado esplendoroso e a dessacralização do mito do descobridor português n'A jangada de pedra, de José Saramago

Adauto Locatelli Taufer

Resumo


Este ensaio representa a síntese de uma comunicação apresentada na disciplina Seminário de Autor: José Saramago do Curso de Pós-Graduação do Curso de Letras (PPGLET) da UFRGS. Para a realização deste estudo, a fonte de inspiração foi a predestinação do povo português às navegações. O recorte apresentado focaliza dois dos principais aspectos da história e cultura portuguesas, desenvolvidas por Saramago no romance A Jangada de Pedra: a viagem em busca da identidade perdida no passado esplendoroso e a dessacralização do mito do descobridor português. N’A Jangada de Pedra, a Península Ibérica é desmembrada do Continente Europeu e vai navegando pelo oceano Atlântico, numa viagem à deriva, cuja imagem utópica simboliza a procura da identidade perdida de Portugal através do desprendimento alegórico da Península Ibérica do Continente Europeu.

Palavras-chave: identidade; mito; passado glorioso; viagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.4868

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul