Muhuraida: entre história e ficção

Yurgel Pantoja Caldas

Resumo


Este trabalho refere-se ao poema épico do militar português Henrique João Wilkens, intitulado Muhuraida ou o triunfo da fé (manuscrito de 1785) – considerado o primeiro poema sobre a Amazônia –, que trata em sua ação da “inteira conversão e reconciliação da grande e feroz nação do gentio Mura”, como revela trecho de seu longo subtítulo. Levando em consideração os motivos históricos e os místicos da referida pacificação e conseqüente conversão dos Mura ao Catolicismo, nosso intuito é mostrar como Henrique João Wilkens utiliza relatos, documentos e informações históricas para compor sua ficção, e como Muhuraida serviria para fixar uma imagem demoníaca em relação aos Mura, o que também seria apropriado pelo discurso histórico posterior à publicação do poema, em 1819.

Palavras-chave: Amazônia; Mura; História; Guerra.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.4864

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul