Lalinha e Celeste: era uma vez o colonialismo

Elisabete de Carvalho Peiruque

Resumo


O artigo, ao analisar a narrativa sobre a vida em um campo de refugiados de Angola em Lisboa, aponta para o caos do mundo colonial após a descolonização e para a permanência das idéias que presidiram o colonialismo.

Palavras-chave: Colonialismo; Guerra colonial; Pós-colonialismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.4859

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul